Cardápio

Tag: Desafio de Férias

21:07



Pela primeira vez o Relicário foi indicado a um desafio literário. A indicação partiu da nossa parceira Isa, do blog Império das Séries e Livros. O objetivo da tag é que os blogueiros indicados leiam cinco livros durante o período de férias – o prazo máximo para o fim do desafio é o dia 5 de fevereiro. 

Mesmo não tendo férias (a realidade de quem estuda nas Universidades Federais) resolvi participar do desafio, mas de antemão não garanto que ele será integralmente realizado. Dessa vez não vou indicar nenhum blog para a tag, porque cada um tem um ritmo de leitura diferente. Portanto quem quiser fazer, sinta-se a vontade e depois deixa o link nos comentários para que eu possa acompanhar.

Minha lista:

O Chamado do Cuco, Robert Galbraith (J. K. Rowling)

Ninguém escreve ao Coronel, Gabriel García Márquez

Como eu era antes de você, Jojo Moyes

No meu peito não cabem pássaros, Nuno Camarneiro

Quando você voltar, Kristin Hannah


Ao fim do desafio, farei uma postagem contando como foi. Acompanhem.




O que vocês acharam? Será que consigo concluir o desafio?


Érika Rodrigues

Cardápio

Vale a pena ler de novo

22:10




Em dezembro o Relicário completou seis meses no ar (ainda um bebê dentro da blogosfera) e como fim de ano é sempre tempo de relembrar o que foi feito, resolvemos criar uma retrospectiva do blog. Para tal escolhemos as postagens que vocês, nossos queridos leitores, mais gostaram nas categorias: literatura, música e cinema.


A Última Carta de Amor, Jojo Moyes, foi uma grata surpresa para mim. Por não ser adepta da leitura de sinopses, sabia pouco sobre o que o livro iria tratar. Mas a julgar pelo título imaginei que seria o romance mais água com açúcar que já li. Posso dizer que nesse aspecto minhas expectativas não foram atendidas e isso foi bastante positivo. A Última Carta de Amor apresenta uma narrativa inteligente e bem estruturada sobre as aventuras e as desventuras amorosas, e traz como pano de fundo as mudanças na linguagem do amor. Continue lendo.

A Nova Bossa é Nordestina: E deve ser sempre por acaso que as grandes descobertas acontecem e comigo também foi assim meio por acaso que eu conheci um moço do Maranhão que desde então não sai da minha Playlist. A primeira postagem musical do Relicário é dedicada ao Phill Veras. Continue lendo.

É uma revolta? Não, é uma revolução: Ver "Amores Imaginários" despertou minha curiosidade para as matérias que em 2012 divulgavam "Laurence Anyways", o novo trabalho de Xavier Dolan, o diretor badalado do momento. Lembro que, além do nome na direção, chamaram a atenção também a fotografia e os comentários negativos sobre a duração do filme. Hoje, 2013, vi título, capa e nome do diretor e pensei: "será que é o badalado?". Arrisquei a sinopse e esta foi a gota d'água para a vontade de assistir transbordar. Lá para mais da metade do longa-metragem reconheci que este era o filme dos comentários que li em 2012. As críticas não exageravam, já o diretor... Continue lendo.


Essa foi a nossa retrô de 2013. Espero que tenha gostado =)

Érika Rodrigues

Cardápio

Playlist #vem2014

13:00




O novo ano já está praticamente batendo na nossa porta, por isso resolvi compartilhar com os leitores uma playlist pra inspirar 2014. 

Então vamos aos indicados:




Tiago Iorc - Um dia após o outro





Phillips Phillips - Home




Amor para recomeçar - Frejat

 

Tiago Iorc - Sorte





Tempo de Pipa - Cícero






E vocês, o que acharam da playlist? Quais músicas escolheriam para inspirar 2014?



Érika Rodrigues

Cardápio

Tag: 6 livros para ler nas férias

13:13

A nossa primeira tag de dezembro foi indicada pelo blog parceiro Amo Livros – obrigada pela indicação, Eduarda. O objetivo é apresentar aos leitores uma lista com indicações literárias para apreciar nas férias. 

Meus indicados são:



Crônica de uma morte anunciada - Gabriel García Márquez

Porque esse livro?

O primeiro motivo é que sou fã de tudo que o Gabriel García escreve, mas não é apenas por isso. O livro apresenta uma narrativa interessante e uma reconstituição invertida de um assassinato. A narrativa, também lembra muito o trabalho jornalístico de apuração.

Sinopse: “No dia em que o matariam, Santiago Nasar levantou-se às 5h30m da manhã”. Fatalidade, destino, o absurdo da existência humana. O que explica a tragédia que se abateu sobre o protagonista de Crônica de uma Morte Anunciada? Neste romance curto de construção perfeita, García Márquez monta um quebra-cabeça cujas peças vão se encaixando pouco a pouco, através da superposição das versões de testemunhas que estiveram próximas a Santiago Nasar no último dia de sua vida.

Em que e em quem acreditar? Como descartar a parcialidade das versões e “o espelho quebrado da memória” dos envolvidos.



Eu sei que vou te amar - Arnaldo Jabor

Porque esse livro?

Li esse livro nas férias de julho de 2008 (é já tem um tempinho) e ele se tornou um dos meus livros prediletos. Não sou muito adepta de histórias românticas e apesar da narrativa estar centrada em um casal, o autor trata o relacionamento de forma tão crua e realista que me encantou.

Sinpse: Eu Sei Que Vou te Amar, conta a história de um casal recém-separado após seis anos de casamento, que marca um reencontro depois de três meses sem se ver. O cenário é o novo apartamento dele. A ansiedade e o estranhamento inicial manifestados em gestos contidos e frases pensadas, vão aos poucos dando lugar a um turbilhão de emoções e palavras com alto poder destrutivo, mas renovador. Em busca de uma resposta para o que sente, o homem e a mulher extravasam ressentimentos, ofensas, mágoas, enumeram dores e traições até chegarem a um estado de delírio que os coloca na beira do abismo muitas vezes existente entre a palavra dita e o desejo real. Ali, onde não são possíveis formulações racionais, onde a palavra é impotente diante do indizível.





Maus - A História de um Sobrevivente - Art Spiegelman

Porque esse livro?

Maus é uma grafic novel fantástica. Não sou leitora de quadrinhos, mas a Segunda Guerra Mundial é um dos meus assuntos prediletos (tanto como estudo, como na literatura). Os personagens, apesar de estarem representados por animais, são bem vivos e a história é capaz de te deixar com nó na garganta em diversos trechos. O Spiegelman ganhou o Pulitzer de literatura com essa obra, então nem precisa falar muito.


Sinopse: Maus ("rato", em alemão) é a história de Vladek Spiegelman, judeu-polonês que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, narrada por ele próprio ao filho Art. O livro é considerado um clássico contemporâneo das histórias em quadrinhos. Foi publicado em duas partes, a primeira em 1986 e a segunda em 1991. No ano seguinte, Maus ganhou o prestigioso Prêmio Pulitzer de literatura. A obra é um sucesso estrondoso de público e de crítica. Desde que foi lançada, tem sido objeto de estudos e análises de especialistas de diversas áreas -história, literatura, artes e psicologia. Em nova tradução, o livro é agora relançado com as duas partes reunidas num só volume. Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos, cachorros. Esse recurso, aliado à ausência de cor dos quadrinhos, reflete o espírito do livro: trata-se de um relato incisivo e perturbador, que evidencia a brutalidade da catástrofe do Holocausto. Spiegelman, porém, evita o sentimentalismo e interrompe algumas vezes a narrativa para dar espaço a dúvidas e inquietações. É implacável com o protagonista, seu próprio pai, retratado como valoroso e destemido, mas também como sovina, racista e mesquinho. De vários pontos de vista, uma obra sem equivalente no universo dos quadrinhos e um relato histórico de valor inestimável.



O Menino do Pijama Listrado - John Boyne

Porque esse livro?

Mais uma obra que tem a Segunda Guerra como tema, mas dessa vez contada sob a ótica inocente de duas crianças, que mesmo em situações opostas, são igualmente vítimas das atrocidades desse período histórico.

Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga.

Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.



Feriado de Mim Mesmo - Santiago Nazarian

Porque esse livro?

Também já tem um tempinho que fiz essa leitura, mas lembro de na época ficar bastante intrigada com a narrativa. O livro é muito bem escrito e a narrativa é bastante envolvente. Além do título que é só amor (eu tenho essa coisa de me encantar com títulos).

Sinopse: Pelo menos uma vez na vida todo mundo já se sentiu como o protagonista desta obra. Paranóico, confuso, sem certezas de que a vida não é apenas uma pegadinha. Questiona-se sobre sua sanidade, suas escolhas, seus ideais. Pensa em abandonar o cotidiano, tirar umas férias, fugir de si mesmo. Mas o problema não é ele, o problema é o outro. O autor flerta com os limites do indivíduo neste romance, que será levado as telas pela diretora Eliane Caffé. Este thriller começa no Dia dos namorados e acompanha as emoções e atitudes de um homem que tem sua casa supostamente invadida. 

Uma menina deixa um recado em sua secretária eletrônica, mas é para outra pessoa; alguém come sua comida, que talvez esteja envenenada; matam a barata que ronda sua cozinha; sugerem mudanças em seus textos e, não bastasse, deixam uma escova de dente vermelha em cima da pia. Um invasor sem rosto, sem nome, quais seriam seus propósitos?


Do Amor e Outros Demônios - Gabriel García Márquez 

Porque esse livro? 

Mais um do Gabriel García. Esse livro é carregado do realismo fantástico tão característico do autor. É uma obra excelente para quem quer começar a ler algum livro deste colombiano incrível. 


Sinopse: "Do Amor e Outros Demônios" vem de uma inspiração de quase meio século. Mas sua história vai além. García Márquez viaja até fins do século XVIII, em pleno vice-reinado da Colômbia, esta ainda colônia da Espanha, para compor uma história de amor, cercada de mistério, sortilégio e feitiçaria, culminado num processo instaurado pela inquisição.






Blogs que indico para responder a tag:






E vocês, já leram algum desses títulos? Gostaram das indicações?

Érika Rodrigues

Cardápio

Wishlist - Pearl Jam

22:42


Em tempos de wishlist no cardápio, aqui vai o verso, ou melhor, o lado B. Nele o Eddie Vedder garotão canta Wishlist, quinta faixa do álbum Yield (1998).



I wish I was a messenger and all the news was good. (...) I wish, I wish, I wish, I wish... I guess it never stops.

Cardápio

Wishlist das blogueiras #1

21:36



Estamos a menos de dez dias do natal e como nós aqui do Relicário nos comportamos bem – quer dizer... só posso falar por mim, né Dani?! rsrs – decidimos compartilhar com vocês algumas das coisas que queremos ganhar nesse fim de 2013.


Enfim, vamos lá?


Wishlist da Érika 



No meu peito não cabem pássaros - Nuno Camarneiro

O estreante Nuno Camarneiro transporta o leitor para os arranha-céus de Nova York, para Lisboa e para a imaginação de uma criança que inventa coisas que depois acontecem, em "No Meu Peito não Cabem Pássaros". Apesar dos quilômetros que separam cada um dos protagonistas, o que os une são as afinidades marcadas em suas vidas, inspirados pelo ambiente em que nasceram e foram criados, o que acaba influenciando o nascimento de um autor e a construção de seus personagens. 








O Amor nos Tempos do Cólera - Gabriel García Márquez 

O Amor nos Tempos de Cólera constitui na obra de Gabriel García Márquez um marco equiparável ao do célebre Cem Anos de Solidão, considerado até hoje, a sua obra-prima. Um homem se apaixona pela trança de uma menina de família. O idílio dura algumas cartas, mas ao conhecer seu admirador, a moça rejeita-o e casa com outro. O amor, porém, persiste e dura a vida inteira. Nesta fábula de realismo-fantástico, Gabriel García Márquez mostra que a paixão não tem idade. 









Box da série Gossip Girl 

A Coleção Gossip Girl: Da 1ª a 6ª Temporada Completa te dá acesso total à vida privada da alta sociedade através dos olhos desta série, pois o blogueiro anônimo oferece a todos seus segredos mais escaldantes deliciosamente de uma só vez. 

P.s: A temporada que mais gosto é a segunda, mas ficarei contente com qualquer uma ou com todas =D 

Segunda Temporada 

Esta temporada se passa no ano de formatura dos personagens, e explora o relacionamento de Blair e Chuck. Embora o projeto inicial fosse Serena e Dan serem o casal protagonista, vemos o casal Blair e Chuck ganhar o público com as brilhantes atuações de Leighton Meester e Ed Westwick. O primeiro episódio da temporada acontece no Hamptons e focou no relacionamento entre Blair e Chuck, que foi rotulado pela People Magazine, como o "coração de GG". Ambos os personagens se negavam a admitir seus sentimentos um pelo outro e passaram por vários planos e manipulações. 



Wishlist da Dani



Alta Fidelidade

Rob Gordon (John Cusack) é o dono de uma loja de música beira da falência, pois apenas vende discos em vinil. Azarado no amor e ao mesmo tempo uma enciclopédia ambulante sobre música pop, os caminhos da vida terminam por levá-lo a analisar suas escolhas e prioridades, fazendo com que se torne uma pessoa mais madura.












O Gosto do Cloro Bastien Vives

No interior de uma piscina pública, um jovem com problemas na coluna começa a nadar para melhorar a sua saúde. Sem experiência, sofre entre corpos anônimos para conseguir algum progresso no esporte. Durante uma de suas tentativas fracassadas de dar algumas braçadas, conhece uma garota que decide ajudá-lo na empreitada, dando dicas para melhorar a sua técnica. Semana após semana, aula após aula, a amizade entre os dois começa a crescer, e o herói não tarda a desenvolver uma afeição que deseja extrapolar as paredes da piscina. As inseguranças do nadador desajeitado vão se tornando ao poucos os anseios de uma paixão tímida, permeada pelos ecos e ruídos da água. Através de um roteiro com pinceladas de melancolia e uma bela paleta de azuis, verdes e outras cores lavadas pelo cloro, Bastien Vivés compõem um retrato lírico da solidão e das dúvidas do indivíduo moderno.



A Morte sem Nome - Santiago Nazarian

Um suicídio por capítulo. Essa é a promessa do segundo romance de Santiago Nazarian. "A Morte sem Nome" é um quebra-cabeças gótico, ou melhor, um dominó, onde cada frase soma-se à seguinte e coincidência e recorrências vão compondo a história de uma mulher que vive apenas para se matar. Lorena é uma suicida serial, uma mulher sem amor e sem esperança, derramada por páginas e páginas de delírio e poesia. Procurando os restos dela estão um adolescente, um garçom, um feirante e um estuprador. A pergunta não é quem sairá com vida, mas quem carregará a morte em seus braços e escreverá seu epitáfio.




E vocês, o que acharam do nossos pedidos? Conhecem alguns dos títulos citados?

Cardápio

Sorteio: Ano novo = Livros Novos

22:46



O Relicário e cinco blogs parceiros vão sortear seis livros no início de 2014. O concurso acontece até o dia 12 de janeiro e três sortudos serão premiados. Isso mesmo! Três ganhadores. Não vai ficar de fora dessa né?! 

Para participar é preciso residir no Brasil e preencher o formulário abaixo (seguir/curtir a página dos blogs parceiros). Cada blog será responsável pelo envio do seu livro. O nosso enviará o livro 'O Chamado do Cuco', publicado pela editora Rocco. 


Leia atentamente as instruções e boa sorte =)

Primeiro lugar: Três livros
Segundo lugar: Dois livros
Terceiro lugar: Um livro

ATENÇÃO:

- O concurso é recreativo, não estando vinculado a marcas, compras e vendas de serviços.
- O sorteio será válido até 12/01.
- O resultado será divulgado no blog e nas redes sociais no dia 15/01.
- O contato será feito via e-mail.
- Se o sorteado não tiver seguido todas as regras ou o vencedor não entrar em contato dentro de três dias após o contato via e-mail, novo sorteio será realizado.
- As despesas de envio são por conta e responsabilidade dos blogs.
- Regras estão sujeitas a alterações sem aviso prévio!

a Rafflecopter giveaway



Literatura

[Resenha]: Querido John (Nicholas Sparks)

18:27


Título: Querido John
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Nota: 3 de 5

Sinopse: “Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre.
Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.



Comentários


“É a mesma coisa. Paixão é paixão. É o entusiasmo intercalando o espaço do tédio, e não importa a que se dirige” 
Página 65


De antemão devo esclarecer que não faço parte dos fãs do Sparks. Não que não goste do autor, mas só havia lido até então ‘Um Amor pra Recordar’ o qual achei muito meloso e no geral não gostei. Sendo assim, vocês poderiam me perguntar o porquê de ter lido outro livro dele se tive uma primeira experiência negativa. Bem, primeiro acredito a gente não deve julgar um autor com uma produção tão vasta como o Nicholas apenas por um livro e segundo, eu vi um cena (isso mesmo apenas uma cena) da adaptação cinematográfica de ‘Querido John’ - foi o suficiente para me deixar intrigada - e ao invés de ver o filme todo, resolvi ler o livro. 

Até o momento, ainda não sei dizer com precisão se gostei ou não do livro. Talvez tenha acontecido um pouco das duas coisas, mas ao terminar a leitura uma das primeiras coisas que me veio à cabeça foi o verso “nem sempre é so easy se viver”, cantado por Lulu Santos diversas vezes.

A narrativa está ambientada nos anos 2000 e logo no início conhecemos um pouco da história de John Tyree, narrador personagem, que cresceu na Carolina do Norte e teve uma adolescência conturbada até resolver se alistar no exército. Abandonado pela mãe ainda na infância, John cresceu sob os cuidados do pai o qual descreve como frio e distante e cujo único real interesse era por moedas antigas. Durante a licença de suas atividades, ele retorna a sua cidade natal, Wilmington, e conhece Savannah – uma universitária que estava na cidade em função de um trabalho voluntário.

John e Savannah são apresentados de maneira casual na praia e a partir do primeiro contato começam se aproximar. Os dois se apaixonam e vivem esse amor durante as duas semanas em que John está de licença. Neste período, os personagens desenvolvem um afeto ingênuo que tem que enfrentar o desafio da distância e do tempo quando chega o momento em que John retorna a base militar.

Como artifício para driblar a distância física, os dois passam a se comunicar por cartas. As primeiras e mais frequentes, tinham a leveza e o encantamento do início do amor e exalavam a certeza de que apesar dos pesares tudo ficaria bem. Havia também a contagem regressiva para o reencontro tão sonhado. Com o passar do tempo e com a continuidade inesperada das atividades de John no exército, as cartas se tornam mais escassas e menos detalhadas, como que escritas por obrigação ou sem os mesmos lampejos amorosos que outrora. Até que o relacionamento do casal, que tinha a palavra escrita como termômetro, tem uma virada brusca.

Mesmo tendo a impressão de que o livro estaria centrado no casal, acredito que a relação de John com o pai roubou a cena e se tornou para mim a razão de ter efetivamente gostado do livro. Isso se deve, primeiro, ao fato de que, como já comentei aqui, não gosto de histórias melosas e desses amores carregados de açúcar e de clichê, e segundo porque a relação, entre pai e filho, apresentou uma evolução ao longo da narrativa. E foi uma evolução linda, capaz de deixar o romance como coadjuvante nessa história.

O personagem de John mostrou - por meio de sua convivência com o pai - um verdadeiro amadurecimento e se tornou mais complexo ao longo do livro. Passa da incompreensão da personalidade distante até o entendimento e o esforço de tentar fazer parte do mundo particular de seu familiar mais próximo. A relação dos dois, que iam se aproximando a cada licença de John, foi capaz de me emocionar e é o motivo pelo qual recomendo este livro.


“Embora soubesse que ela me amava e se importava comigo, de repente entendi que, às vezes, nem mesmo o amor e carinho são suficientes. Eles eram os tijolos de concreto do nosso relacionamento, mas também eram instáveis sem a argamassa do tempo compartilhado”.
Página 180





Érika Rodrigues

Música

Olha ele aqui de novo

19:53

Foto: Divulgação







“Não faz sentido querer abrigo agora se você não quer ficar.” 

E ontem, mais especificamente no dia 02 de dezembro, vi a notícia de que o novo álbum do Phill Veras tinha saído. E nossa! Estava tão ansiosa por mais músicas desse moço do Maranhão, que a primeira providência que tomei ao voltar para casa foi deixar ‘Gaveta’ tocando, tocando e ocupando todos os espaços do quarto enquanto eu me ocupava de tomar banho e organizar atividades da faculdade. 

E o resultado? Bem, ainda não consigo dizer com precisão se esse novo trabalho conseguiu superar o primeiro. Às vezes acho que sim, outras, acho que é tão bom quanto. O fato é que ‘Gaveta’ é bem fiel ao que já conhecíamos do Phill Veras. A qualidade das composições e o seu jeito manso de interpretá-las continuam intactos. Devo ressaltar que minhas opiniões não são baseadas em longos conhecimentos sobre teoria musical, mas apenas no ouvido aguçado. 

Falando mais diretamente das faixas, dentre as 13 que fazem parte do álbum, chamaram minha atenção ‘A estrada’, ‘O Piano’, ‘Mulher’, ‘Faz’, ‘Bella’, ‘Basta Coragem’ – que me fez cair de amores pelo CD – e ‘Já vou tarde’ – paixão antiga - que já tinha sido divulgada pela Musicoteca. 

Minha conclusão sobre o novo trabalho do Phill Veras é que ele está na medida. Gaveta não extrapola, nem deixa a desejar. A acidez ou a tristeza de algumas letras são sempre encobertas por uma das vozes mais melodiosas que já ouvi. E deixa a impressão que o Phill, por meio de um acorde e outro, nos leva a transitar entre aperto na garganta e o riso de canto de boca. 


“E fez da minha dor graça para outra mulher... E riu do meu sofrer.” 



“Vou te matar de saudade.”



Ouça Gaveta

Rdio: http://www.rdio.com/artist/Phill_Veras/album/Gaveta/
Deezer: http://www.deezer.com/album/7190058


Érika Rodrigues

Novidade: Blog Parceiro

09:54




Quem nos acompanha sabe que em novembro nos tornamos parceiros do blog Império das Séries e Livros, comandado pela Isabella Fernandes. Como tenho essa coisa de jornalista que não sai de mim, resolvi fazer uma pequena entrevista com a Isa para que vocês possam conhecê-la melhor.



Relicário: Que tipo de gênero literário mais te agrada?

Isabella: Eu adoro ficção, sobrenaturais, adoro esse sentimento de medo, tensão e um amor dividido entende? É o que mais me chama atenção quando eu vejo um livro sobre tal gênero.


Relicário: Quais são os maiores desafios de uma blogueira iniciante?

Isa: Com certeza a divulgação. Divulgar todos os dias, mostrar para o povo seu trabalho, ai tem alguns que não levam a sério, falam para você seguir o blog e eles não seguem você, sabe isso é um dos maiores desafios. E também é um desafio você agradar os leitores, pois nem sempre conseguimos.

Relicário: Qual a importância da boa relação com outros blogueiros?

Isa: Pode ser pela divulgação, quando temos uma amizade, uma parceria entre blogueiros, um lava a mão do outro, um ajuda o outro na divulgação e isso é muito bom para mais pessoas conhecer o nosso trabalho.



E então, o que acharam da novidade? Quer se tornar nosso parceiro também? Dá uma olhada na nossa política de parceria e manda um email pra gente.

Arqueiro

Clube do livro e os romances de época

09:25



Quem achou que em dezembro não teríamos clube do livro já pode comemorar. É isso mesmo, a próxima edição do encontro mensal dos apaixonados por literatura no estado de Sergipe acontece na próxima sexta-feira, dia 06, às 18h, na livraria Saraiva localizada no Shopping Riomar. Dessa vez a discussão literária girará em torno dos romances de época.

Conheça alguns títulos que serão abordados no CDL:




O Duque e Eu - Familia Bridgerton - Livro 01 - Julia Quinn 

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis
anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. 

Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. 

Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida. 



Sedução ao Amanhecer - The Hathaways - Livro 02 - Lisa Kleypas 

O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem-educada Win Hathaway desde que a
família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, Kev se tornou um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seus sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade. Sua única chance de recuperação é ir à Franca, para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Harrow. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da propriedade da família, em Hampshire, transformando-se num respeitável administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca... e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher da sua vida? 



As Regras da Sedução - Rothwell Brothers - Livro 01 - Madeline Hunter 

Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína
financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden. 

Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo. 

Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.




E você, já leu algum dos livros citados? O que achou?

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.