[Resenha]: Paixão Sem Limites (Abbi Glines)

15:53

Título: Paixão Sem Limites | Autora: Abbi Glines | Editora: Arqueiro | Edição: 1 | Páginas: 192 | Nota: 4 de 5
Sinopse: Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.





Comentários

A leitura deste livro representou um novo horizonte literário para mim. Até então acredito que não lido nenhum livro que estivesse caracterizado como New Adult. Primeiro livro da trilogia ‘Sem Limites’, e livro de estreia de Abbi Glines, Paixão Sem Limites apresenta muitas das características atribuídas ao gênero que tem sido a grande aposta do mercado editorial: protagonistas jovens, desafios relacionados ao início da fase adulta, dilemas amorosos e boa química entre o casal.

O livro conta os caminhos de Blaire na tentativa de reconstruir e dar sentido a sua vida após a morte da mãe. Com apenas 19 anos e sem lugar para morar – já que precisou vender a casa para pagar as despesas médicas da mãe -, a protagonista não vê outra solução a não ser pedir ajuda ao pai, que havia abandonado a família há cerca de cinco anos. Após a promessa de que teria o apoio do pai, Blaire sai do Alabama e segue para a Flórida a fim de recomeçar.

No entanto, as coisas nunca tinham sido muito fáceis para Blaire e esse recomeço ao lado do pai também não foi o que a protagonista tinha em mente. Ao chegar ao endereço informado, Blaire se depara com uma linda mansão em frente à praia, porém a casa não pertencia ao seu familiar e sim a Rush Finlay – filho de sua madrasta. 

Rush tem 24 anos, é lindo, rico, sedutor e faz a linha badboy. Conhecido pelas festas e por não passar mais de uma noite com uma mulher, ele não demostra grande simpatia pela hospede inesperada. Mas, apesar das farpas inicias, permite que Blaire more em um pequeno cômodo embaixo da escada até que ela encontre um emprego e possa se sustentar.

O convívio forçado é bem divertido e se configura em uma das partes mais legais do livro. Outro ponto positivo com relação à narrativa construída por Abbi é sem dúvida a química entre os protagonistas, que apesar dos esforços mútuos acabam por não conseguir evitar o envolvimento.

Até aí acredito que a história tinha bastante potencial e conseguiria se sustentar dentro dos limites do gênero proposto. Entretanto, a autora optou por inserir certa carga dramática a narrativa e o resultado não foi muito convincente. Esse foi na verdade um aspecto que me incomodou na história. No mais, a leitura é bem rápida e dinâmica, os personagens tem carisma e a relação entre o casal é bem intensa.


“- Fique longe de mim, Blaire. Você não vai querer chegar muito perto... Estou me esforçando ao máximo para ficar longe de você.” 

Página 36




Sobre a estrutura



Paixão Sem Limites é narrado em primeira pessoa a partir do ponto de vista de Blaire. Parece que esse é o tipo de narração mais comum para livros do gênero e nesse caso específico foi uma escolha pertinente, embora em alguns momentos as descrições fiquem muito carregadas pelos dramas da protagonista.



Quanto aos capítulos, estes possuem uma média de três a quatro páginas. Apesar de curtos, a autora conseguiu desenvolver bem a ideia central de cada um deles.

Érika Rodrigues

Também poderá gostar

11 comentários

  1. Hey Érika, amei a resenha (você escreve muuuuuito bem), esse drama todo realmente prejudicou esse livro. Se eu pudesse indicar um New Adult pra você, indicaria Hopeless é dramático sim, mas Colleen Hoover é tão profunda e poética que tudo fica tão perfeito, eu amei ♥

    Beijos

    Dani Cruz

    http://blog-emcomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Érika, tudo bem?
    Adorei sua resenha, ainda não tinha parado para ler nenhuma resenha sobre esse livro da Abbi, mas confesso que gostei bastante da premissa do livro e fiquei bem curiosa para saber os perrengues que a Blaire vai passar agora que terá que morar com o pai e dividir a casa com um galinha extremamente atraente :).

    Beijão :*

    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Érika
    Ótima resenha! Ainda não li este livro mas ele será uma de minhas futuras leituras.
    Agora fiquei receosa porque não gosto muito de personagens dramáticas. Só espero que ela não se torne chata de tão dramática. rs

    Bjs :*
    Lu
    Blog Sem Spoiler

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro e nem o autor, mas adorei a trama e fiquei bem curiosa para saber mais, graças a sua resenha que foi bem escrita.
    Beijos ;D

    http://confissoesdeumaaprendiz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Érika, eu gosto de livros desse gênero.
    Este já está na minha lista faz um tempinho, mas ainda não criei tempo/coragem pra ler .
    Acho que vou dar uma conferida. Ótima resenha.
    Bjão

    http://nomeiodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie flor!
    Nossa eu sou louca por esse livro \o/ Ai meu Deus!!! amo a Blaire e o Rush!!
    Adorei a resenha flor, parabéns!

    Beijocas da Deebs

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não consegui desenvolver um interesse por esse gênero, mas me parece um tipo mais adequado para a minha idade, eu ainda leio livros que normalmente são lidos por meninas de 15 anos.

    http://amolivrosdeverdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Érica, eu não gosto gosto muito desse gênero, eu só li um desse tipo até hoje que foi Irresistível, da Sylvia Day e achei bem mediano, então não me interessei em procurar outros títulos.
    Estou seguindo seu blog, beijos.

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Érica, vim retribuir a visita que você fez no meu blog e me deparei com essa linda resenha. Como não amar o livro "Paixão sem Limites"? É um livro apaixonante, com um casal com uma química perfeita. Adorei a sua resenha e o seu blog é muito lindo. Já virei sua seguidora. Beijos!

    palacioliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi! Queria me desculpar pelo sumiço do último mês, estive muito ocupada com escola, mas agora estou de férias e tudo vai voltar ao normal.


    http://www.whoisllara.com/

    ResponderExcluir
  11. Eu quero muito ler esse livro (também para me aventurar mais por novos caminhos literários)

    A Rainha, Ana P. Maia ♛ - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.