[Resenha]: Um Perfeito Cavalheiro (Julia Quinn)

16:32


Título: Um Perfeito Cavalheiro | Autora: Julia Quinn | Editora: Arqueiro | Edição: 1 Páginas: 304 | Nota: 4 de 5 


Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica.



Comentários: 


No terceiro livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn faz uma releitura do conto de fadas ‘Cinderela’ para contextualizar a história de vida de Sophie. Em mais uma trama envolvente, criativa e bem humorada, a autora nos apresenta uma história de amor cujos protagonistas pertencem a classes sociais diferentes. E por se tratar do ano de 1815, isso pode ser um grande entrava ao romance.

A temporada de eventos sociais 1815 tem seu ápice em um baile de máscaras promovido pelos Bridgertons, e essa era mais uma oportunidade das mães casamenteiras tentarem conseguir bons maridos para suas filhas. O solteiro mais cobiçado do momento era Benedict Bridgerton, que passou a atrair a atenção das mães após o casamento de Anthony – o mais velhos da família. Ben, no entanto, não se mostra muito confortável com a ideia de casar, apesar dos esforços incansáveis de sua mãe – Violet. 

Porém durante o baile Benedict se encanta por uma moça bonita e misteriosa que rouba a atenção de todos ao entrar no salão. Após uma dança e um conversa intensa, a tal moça simplesmente vai embora sem ao menos revelar seu nome ou deixar que ele visse seu rosto sem a máscara. Durante certo tempo Benedict ainda procura a tal mulher encantadora, mas suas iniciativas não tiveram sucesso. 

A jovem misteriosa era Sophie Beckett. Filha bastarda de um conde, Sophie passou parte de sua infância sendo criada como uma menina da sociedade, mas quando seu pai decide casar sua vida muda completamente. E após o falecimento do conde, a madrasta de Sophie passa a tratá-la como uma criada. A ida de Sophie ao baile foi possível com a ajuda dos empregados do conde que não concordavam com a forma que ela era tratada. Mesmo tendo uma história de vida difícil, Sophie é uma mulher forte, determinada e dificilmente se lamenta das situações em que se vê obrigada a passar.

A história de Benedict e Sophie tem várias reviravoltas ao longo da narrativa e todas são muito bem construídas fazendo com que esse terceiro volume siga o padrão dos dois primeiros. Achei que a Julia construiu uma história e personagens mais ousados em Um Perfeito Cavalheiro; e diferentemente de algumas criticas que ouvi, não achei esse livro cansativo ou inferior aos já publicados.

Outro ponto positivo dessa narrativa é a participação de outros membros da família Bridgerton com destaque para Violet que tem papel crucial no desenrolar da história do casal. E como não há como não citar, a nossa cronista da sociedade, Lady Whistledown, está mais afiada a cada livro. Sem contar que a autora vai dando maiores pistas sobre a identidade da maior fofoqueira de Londres. Indico!

"- Esta noite eu estou transformada - sussurrou ela. - Amanhã, eu desaparecerei.
Benedict a puxou para perto e deu um beijo breve e suave na sobrancelha dela.
- Então teremos que fazer uma vida inteira caber nesta noite."
Página 46


Sobre a estrutura

O livro é narrado em terceira pessoa e apresenta os pontos de vista de Benedict e Sophie sobre os fatos. . A linguagem é bem dinâmica e muito bem humorada o que com certeza contribui para uma leitura rápida.

Os capítulos possuem tamanho mediano e, assim como nos primeiros livros da série, são iniciados pelas crônicas da sociedade de Lady Whistledown.

Érika Rodrigues

Também poderá gostar

7 comentários

  1. Oi Érika!
    Aaaah to doida pra ler esse livro! Julia Quinn é maravilhosa e não consigo acreditar que escreva alguma coisa ruim, apesar de também ter ouvido uns comentários de que esse livro não era lá dos melhores.. Mas tenho certeza que vou amar! O que estou mais ansiosa pra ler é o do Colin, sou apaixonada por ele desde a primeira vez que ele foi mencionado *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Érika!! Eu só li um livro dessa série :( mas pretendo ler todos kkk essa sua resenha só aumentou a minha vontade!!
    Beijos
    livroscomchadastres.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Érika <3. Mil desculpas pelo sumiço minha flor, mas fazer o que né.. Mas eu voltei a ser uma leitora boa ~hahaha.
    E em relação a resenha e ao livro eu simplesmente morro de vontade de ler essa série de livros... Livros de épocas realmente me fascina *-*
    Principalmente depois da sua resenha e desse quote tão fofo. Parece ser um livro bastante interessante e com certeza está no topo da minha lista.
    Beijos e sucesso amore <3
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. AMO livros assim, fiquei com muita vontade de ler.
    Histórias assim me apaixonam, haha
    beijos
    http://cookierobsten.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não nenhum dos livros dessa série, mas ela até que parece boa, acho que vou dar uma chance para autora.

    http://www.whoisllara.com/

    ResponderExcluir
  6. É o meu preferido até agora!
    Estou louca para ler o novo com o Colin

    A Rainha, Ana P. Maia ♛ - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Erika ...

    Como não amar esse livro ...Cinderela é minha princesa favorita =D
    Até agora esse é o meu favorito da série, estou louca para ler mais Julia Quinn.
    Bjs
    Amanda
    Ps: Tem resenha nova no blog.
    Olá ...
    Tem resenha nova no blog, passa lá e deixe seu comentário.
    Bjs

    http://blog-emcomum.blogspot.com.br/2014/08/resenha-uma-razao-para-respirar.html

    ResponderExcluir

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.