Cardápio

QUOTES: Especial John Green

11:04




Olá leitores, 

Esta postagem pretende reunir alguns dos meus trechos prediletos de ‘A culpa é das estrelas’, ‘Quem é você, Alasca?’ e ‘O teorema Katherine’, que são os livros que já li do John Green. Para que ainda não leu nada do autor, espero que essa reunião de citações funcione como um estímulo.



“Não dá pra escolher se você vai ou não se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo” (A culpa é das estrelas)


“As marcas que os seres humanos deixam são, com frequência, cicatrizes” (A culpa é das estrelas)


“A tristeza não nos muda, Hazel. Ela nos revela.” (A culpa é das estrelas)


“Se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela, um furacão” (Quem é você, Alasca?)


“Nada é instantâneo. Arroz instantâneo leva cinco minutos, pudim instantâneo uma hora. Duvido que um instante de dor intensa pareça instantâneo” (Quem é você, Alasca?)


“Se ao menos conseguíssemos enxergar a infinita cadeia de consequências que resulta das nossas pequenas decisões. Mas só percebemos tarde demais, quando perceber é inútil” (Quem é você, Alasca?)


“Eu acho que tipo... tipo, que a sua importância é definida pelas coisas que são importantes procê. Seu valor é o mesmo das coisas que ocê valoriza” (O teorema Katherine)


“E a moral da história é que não é a gente que lembra o que aconteceu. É o que a gente lembra que se transforma no que aconteceu”(O teorema Katherine)




P.s: Gostou da ideia? Então deixa o seu trecho predileto nos comentários =D

Érika Rodrigues

Arqueiro

[TAG]: Dias da semana em livros

01:04



Olá leitores!

Hoje eu vim responder uma tag bem popular na blogosfera: Dia da Semana em Livros. A tag foi criada pela Pam do blog 'Garota It' com o auxílio de alguns leitores. Vamos conferir?!

Domingo – Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse



Como eu era antes de você - A Jojo Moyes sabe como escrever boas histórias e essa sem dúvida é uma das melhores. Leiam, Leiam e Leiam ^^








Segunda – Um livro que você tem preguiça de começar



A vista cruel do tempo – Tinha muita vontade de ler esse livro, mas depois de ouvir e ler muitas opiniões negativas fico com um pouco de receio de começar essa leitura. Porém, pretendo ler ainda esse ano







Terça – Um livro que você empurrou com a barriga ou leu por obrigação



Diva – Tive de ler esse livro para o colégio e honestamente não sou muito fã de José de Alencar nem da primeira fase do romantismo. Terminei de ler apenas por obrigação.







Quarta – Um livro que você deixou pela metade ou está lendo no momento



Comer, rezar, amar- É um dos livros que estou lendo no momento. Ainda estou bem no início então não dá pra falar muito sobre ele. No mais em breve faço resenha.







Quinta – Um livro que você não recomenda



O Lado bom da vida - Não me odeiam, mas eu realmente não gostei de praticamente nada nesse livro e não é uma leitura que eu recomendo







Sexta – Um livro que você quer que chegue logo (lançamento ou compra)



Os Segredos de Colin Bridgerton – Por motivos de: é da Julia Quinn. Eu adoro romances de época e estou encanta por essa séria, além de ter as expectativas lá em cima quanto a esse quarto livro.








Sábado – Um livro que você quis começar novamente assim que ele terminou



O Visconde que me amava – Gente, eu realmente adoro os livros da Julia Quinn e dentre os que eu já li esse é o meu preferido *__* Adorei o Anthony e Kate e todas as peripécias deles.








E então o que acharam da tag? Mais uma vez não vou marcar nenhum blog para responder, mas se for responder não se esquece de deixar o link nos comentário para que eu possa dar uma olhada. 

Érika Rodrigues

Kristin Hannah

[Resenha]: Jardim de Inverno (Kristin Hannah)

23:40

Titulo: Jardim de Inverno | Autora: Kristin Hannah | Editora: Novo Conceito | Páginas: 416 | Nota: 5 de 5



Sinopse: Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história. Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são. 



Comentários


Esse é o segundo livro da Kristin Hannah que tive contato e ainda não consegui chegar a uma conclusão exata se gostei mais de Jardim de Inverno ou de Quando Você Voltar. O certo é que a autora é uma contadora de histórias exemplar, dessas que ficam com a gente muito tempo depois de terminar a narrativa. 


Jardim de Inverno fala essencialmente sobre a família e como algumas experiências são capazes de moldar nossa personalidade. Na história conhecemos Meredith e Nina, na fase adulta, e Anya a matriarca fria e distante da família. 

A mãe, Anya, é a personagem mais complexa e capaz de intrigar o leitor até a última página. Anya é russa e tem um mistério envolvendo o seu passado que a deixou fria e aparentemente indiferente com relação às filhas. Essa questão representa algo que tanto o leitor como Nina e Meredith tem que desvendar. O único instante de ternura que a mãe demostrava as filhas era no momento em que contava um tipo de conto de fadas.

A frieza de mãe é suprida pelo pai que mantém a família unida. No entanto, quando ele morre, mãe e filhas precisam se reinventar dentro da estrutura familiar para conseguir viver em harmonia e cumprir as promessas feitas ao pai: as meninas prometeram se dedicar a conhecer verdadeiramente a mãe e Anya prometeu contar o conto de fadas até o fim. Somado a isso, as personagens enfrentam ainda suas próprias crises pessoais que envolvem perda, culpa, relacionamentos com filhos, crises no casamento e decisões profissionais.

Kristin Hannah cria uma narrativa tão bem estruturada e tão honesta e sincera que é impossível não se encantar com a história dessas mulheres que se desconstroem e se reconstroem a cada capítulo. Claro que a ansiedade por saber mais sobre o passado de Anya faz com que tenhamos vontade de ler rápido a fim desvendar o mistério, mas a trama pede uma leitura mais cadenciada para que a gente possa assimilar tudo que a história nos conta e de alguma forma nos ensina. Leitura mais que recomendada!



“Perder o amor é algo terrível – Mamãe disse suavemente -, mas virar as costas para ele é insuportável. Você vai passar o resto da vida repassando isso na cabeça? Imaginando se se afastou cedo demais ou com facilidade demais? Ou se vai algum dia amar alguém novamente com tanta profundidade.”
Página 311


Érika Rodrigues

Arqueiro

Indicações para a sua estante #10

14:28

Olá leitores!


O mês de agosto aqui no blog começa com indicações. Então vamos aos títulos escolhidos.


Fique Onde Está e Então Corra - John Boyne

Em meio às tragédias da Primeira Guerra Mundial, o amor é a única arma de um garoto para curar seu pai. Alfie Summerfield nunca se esqueceu de seu aniversário de cinco anos. Quase nenhum amigo dele pôde ir à festa, e os adultos pareciam preocupados — enquanto alguns tentavam se convencer de que tudo estaria resolvido antes do Natal, sua avó não parava de repetir que eles estavam todos perdidos. Alfie ainda não entendia direito o que estava acontecendo, mas a Primeira Guerra Mundial tinha acabado de começar. Seu pai logo se alistou para o combate, e depois de quatro longos anos Alfie já não recebia mais notícias de seu paradeiro. Até que um dia o garoto descobre uma pista indicando que talvez o pai estivesse mais perto do que ele imaginava. Determinado, Alfie mobilizará todas suas forças para trazê-lo de volta para casa. 





Os Segredos de Colin Bridgerton - Os Bridgertons - Livro 04 - Julia Quinn

Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. 

Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. 

Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. 

Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. 

No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.



A Vida do Livreiro A.J. Fikry - Gabrielle Zevin

Uma carta de amor para o mundo dos livros “Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e por que nos apaixonamos.






A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista - Jennifer E. Smith

Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.




O que acharam das indicações de agosto?
Érika Rodrigues

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.