indicações

Indicações literárias #12 {Especial mês do horror}

18:48

Olá leitores!
A coluna de indicações desse mês faz uma seleção de algumas histórias de mistério e terror em comemoração ao Halloween. Espero que gostem!




O Iluminado – Stephen King

Danny Torrance não é um menino comum. É capaz de ouvir pensamentos e transportar-se no tempo. Danny é iluminado. Será uma maldição ou uma bênção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.

Em O iluminado, quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador no velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se das convulsões que assustam a família.

Só que o Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu-se de enterrar velhos ódios e de cicatrizar antigas feridas, e espíritos malignos ainda residem nos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. É uma sentença de morte. E somente os poderes de Danny podem fazer frente à disseminação do mal.



O Exorcista – William Peter Blatty

Nos Estados Unidos da América, algo muito estranho acontece. Atingida por uma doença que os melhores especialistas não conseguem descobrir, uma criança caminha para a morte, semeando a destruição à sua volta, ao mesmo tempo em que se vai apagando numa agonia atroz.







Contos obscuros de Edgar Allan Poe - Edgar Allan Poe

Edgar Allan Poe é o grande mestre do conto, ocupando lugar inconteste na história da literatura mundial. Ao longo do tempo, sua obra tem sido fartamente traduzida e editada no Brasil. Mas grande parte das coletâneas apresenta, compreensivelmente, os dez ou quinze textos que fizeram sua fama. A antologia "Contos obscuros de Edgar Allan Poe" cumpre um novo e importante papel: oferecer ao leitor dezesseis histórias raramente traduzidas no país. A seleção de Braulio Tavares, autor de celebradas antologias de literatura fantástica, leva em conta a indiscutível qualidade dos textos, além da presença dos temas mais caros ao autor e suas principais obsessões. Assim, a edição acaba atendendo a uma busca permanente do próprio Poe: a diversidade. É ele quem diz: "Se todos os meus contos estivessem agora à minha frente e eu tivesse a incumbência de compor uma nova seleção, o critério que primeiro ocuparia minha atenção seria o de diversidade e variedade." No posfácio, o organizador ilumina, a partir de uma minuciosa pesquisa e do conhecimento de especialista, o contexto dessa produção, traços da misteriosa biografia do autor e os caminhos de sua criação. Ao fim dessa jornada, é possível entender por que Edgar Allan Poe continua sendo, 160 anos após sua morte, um dos mais contemporâneos escritores da literatura ocidental.


o que acharam das indicações?
Érika Rodrigues

Clube do Livro

Repasse Literário: Resenha do livro 'Extraordinário'

20:38





 Olá leitores!

A postagem de hoje é fruto da primeira edição do Repasse Literário, que é um concurso cultural promovido pelo Clube do Livro Sergipe do qual eu faço parte. A ideia é selecionar, por meio de sorteio, três leitores para realizar a leitura de um livro escolhido e posteriormente escrever uma resenha emitindo sua opinião. Ao final, a resenha mais votada entre os organizadores do concurso ganha um exemplar do livro lido. 

O primeiro título escolhido foi Extraordinário, da  R. J. Palacio e as sorteadas da edição foram a Tayara Chagas, a Thamares Pimentel e a Suzane Oliveira. As meninas escreveram ótimas resenhas e confesso que foi bem difícil votar em apenas uma. 

Abaixo você pode conferir os comentários da Suzane Oliveira, ganhadora da primeira edição do nosso concurso.





"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil." Dr. Wayne W. Dyer

Fora do comum. Diferente. Admirável, espantoso, incrível. Excepcional. Esses são alguns sinônimos para a palavra “Extraordinário” e podemos classificar o livro de mesmo nome, da autora R. J. Palacio, com esse adjetivo. Este é o seu livro de estréia e difunde uma linda mensagem pelo mundo.

Iniciei a leitura como parte do processo “Repasse Literário”, realizado pelo Clube do Livro Saraiva – Se, e devo admitir que se não fosse por isso, provavelmente não o leria. Sim, eu fujo das sinopses mais “tristes”.

Surpreendi-me com a leitura desde as primeiras linhas, a partir daí foi paixão a primeira lida! A leitura é simples, mas interessante, flui tão fácil quanto respirar, quando se vê, estamos quase passando do ponto de ônibus onde deveríamos descer (rsrs).

August Pullman tem 10 anos, nasceu com uma síndrome genética que deformou seu rosto, por conseqüência, passou por mais de 20 cirurgias para tentar reconstruí-lo, o resultado dessas cirurgias? Não vou descrever minha aparência. Não importa o que você esteja pensando, provavelmente é pior (p.11). Assim, somos apresentados a rotina da vida de Auggie (apelido familiar), desde o seu nascimento até seu primeiro ano na escola.

O livro é dividido em 8 partes, narrado por 6 personagens que possuem maior relevância, duas delas pelo nosso personagem principal. Há uma grande vantagem em ter mais de um narrador: conseguimos ter a visão geral dos fatos, além disso, nos envolve na trama como um todo e não nos cansa. Dentre essas partes, uma chamou-me atenção, ela é narrada por Justin namorado da irmã do August - e não possui a diferenciação de letras maiúsculas/minúsculas ou travessões para marcar os diálogos. Inicialmente, achei que fosse um erro de revisão da edição, mas analisando o livro como um todo notei que era proposital, que talvez houvesse algo implícito nessa desorganização, quem sabe caracterizar o Justin: seria ele desatento? Ou incapaz de diferenciar as coisas, as pessoas? Sobre o assunto, Palacio diz: as pessoas me perguntaram por que coloquei a parte do Justin em minúsculas. tudo que posso dizer é que ele é o tipo de cara que usa minúsculas, ressalto que essa afirmação também foi feita em minúsculo.

O que eu achei da obra? Eu simplesmente fiquei encantada, a ponto de desejar que a autora desse continuação, e por que não mostrar o Auggie jovem/adulto? É inocência acreditar que as pessoas não são cruéis, que a perfeição não é uma regra a qual tentamos seguir, mostrar como o personagem está enquanto adulto pode ser muito bom. Por fim, só resta dizer que super-recomendo a leitura!


Por Suzane Oliveira

Clube do Livro

[Evento]: Clube do livro - Edição especial mês do horror

18:15




Olá leitores!        

Em função da comemoração do Halloween (dia 31) o mês de outubro é conhecido como o mês do horror. Muitos blogs literários e até canais de TV fazem maratonas com as histórias mais aterrorizantes da literatura e do cinema como forma de comemorar o dia das bruxas. E como o Clube do Livro Sergipe não poderia ficar de fora dessa brincadeira o encontro deste mês, que acontece no próximo sábado, dia 25, a partir das 14h, na livraria Saraiva (localizada no shopping Riomar), é todo dedicado ao gênero.

Na oportunidade, autores como Edgar Allan Poe, Stephen King, Joe Hill, dentre outros, serão apresentados ao público como forma de expor o maior número de produções literárias com foco terror/horror. Além dos debates já consagrados, também serão realizados sorteios e a segunda edição do concurso cultural Repasse Literário.

Você não vai perder né?            

Conheça o Clube do Livro Sergipe

 
Érika Rodrigues 
 

Abbi Glines

[Resenha]: Estranha Perfeição (Abbi Glines)

21:16

Título: Estranha Perfeição | Autora: Abbi Glines | Editora: Arqueiro Páginas: 208 | Nota: 4 de 5

Sinopese: Della Sloane não é uma garota comum. Ansiando se libertar do seu passado sombrio e traumático, ela planeja uma longa viagem de carro em busca de autoconhecimento e dos prazeres da vida real. Seu plano, no entanto, logo encontra um obstáculo: o automóvel fica sem gasolina em Rosemary, na Flórida, uma cidadezinha praiana no meio do nada. Neste cenário, ela conhece o jovem Woods Kerrington, muito disposto a ajudar uma menina bonita em apuros. O que ela não sabe é que Woods é o herdeiro do country club Kerrington e está de casamento marcado com Angelina Greystone, uma união arranjada que culminará na fusão de suas empresas, garantindo o futuro profissional do rapaz. Uma noite despretensiosa parece a solução perfeita para Della e Woods fugirem por um tempo de tanta pressão. Do passado que ela gostaria de esquecer. Do futuro de que ele tantas vezes tentou escapar. Mas eles não poderiam prever que a atração os levaria a algo mais quando os seus caminhos se reencontrassem. Agora precisam aceitar suas estranhezas para descobrirem a perfeição. Se você é fã da série Sem Limites, vai adorar este delicioso romance ambientado no mesmo universo sedutor criado por Abbi Glines.

Comentários

Estranha Perfeição é o terceiro livro ambientado em Rosemary beach. Neste New Adult, Abbi Glines, explora o romance, dramas familiares e as dúvidas com relação ao futuro. Apesar dos clichês típicos da escrita da autora, Estranha Perfeição se tornou para mim o melhor livro da série até o momento.

A narrativa foca nas histórias de Della Slone e Woods Kerrington e no encontro desses dois personagens. Della é uma jovem que teve uma difícil relação com a mãe na infância e na adolescência e que por isso vive em busca de liberdade. Como forma de deixar para trás os fantasmas do passado, Della parte em uma viagem de carro sozinha e sem destino. No entanto, logo no início de sua jornada ela para em um posto de gasolina em Rosemary e lá conhece Woods.

Woods Kerrington é o herdeiro do country club da cidade e apesar de sua juventude vive sob extrema pressão de seu pai quanto às duas decisões. O nível de interferência da família Karrington é tão grande que Woods é obrigado a aceitar um noivado que faz parte das estratégias de negócios do seu pai. Para quem já leu Paixão Sem Limites e Tentação Sem Limites, Woods é um personagem conhecido já que o mesmo é um dos amigos mais próximos de Rush, protagonista da trilogia Sem Limites. 

Woods e Della têm um envolvimento tão intenso quanto Rush e Blair. No entanto o drama que envolve os personagens de Estranha Perfeição é mais verossimilhante e permitiu com que eu me envolvesse mais com trama. Outro ponto interessante é que em geral os livros do gênero costumam apresentar os protagonistas masculinos como bad boys e no caso do Woods isso não se aplica, ele é um típico mocinho e isso foi uma grata surpresa.

Não faz parte do perfil da autora apresentar narrativas complexas ou aprofundar na caracterização dos personagens. O enredo construído por Abbi Glines e direto e simples. Mesmo assim Estranha Perfeição possui algumas reviravoltas. 

"Nem todo mundo vê você da forma como você mesma se vê. Às vezes, nossas imperfeições são o que nos tornam especiais."
Página 100

Sobre a estrutura

O livro apresenta dupla narração em primeira pessoa. Os capítulos são curtos e iniciam com o nome do protagonista que terá destaque na narração. A linguagem é acessível e dinâmica. Vale ressaltar que por se tratar de um New Adult as descrições sexuais estão presentes.


Érika Rodrigues

Cinema

[Frame]: Na Natureza Selvagem

21:34




Olá leitores!

O frame de outubro foi extraído do filme Na Natureza Selvagem. O filme é um drama autobiográfico escrito e dirigido por Sean Peen. O enredo é adaptado do livro de não-ficção de mesmo nome escrito por Jon Krakauer com base nas viagens de Christopher McCandless através da América do Norte e sua vida passada no deserto do Alasca no início da década de 1990. O filme é estrelado por Emile Hirsch como McCandless com Marcia Gay Harden e William Hurt como seus pais e também possui Catherine Keener, Vince Vaughn, Kristen Stewart, e Hal Holbrook.



“Felicidade só é verdadeira quando é compartilhada”



Além de apresentar uma história tocante e singular, Na Natureza Selvagem possui um trilha sonora encantadora que resultou no primeiro trabalho solo de Eddie Vedder (vocalista do Pearl Jam).




O que acharam da sugestão? Já conheciam o filme?

Érika Rodrigues

Clássicos

[Palavras do mês]: O que li em setembro

21:18

tumblr


Olá leitores!

Os últimos meses têm sido bem complicados. Estava cheia de coisas da faculdade pra fazer, tem o TCC chegando, estágio, pesquisa científica e bem... tempo era uma coisa que estava faltando. Por esse motivo fiquei um pouco ausente do blog e o meu ritmo de leitura também diminuiu. Espero me organizar melhor esse mês para que as postagens voltem à frequência normal.

Então como é de costume no início do mês vamos aos livros lidos no mês anterior.



Se Você fosse Minha - Bella Andre

Zach, o mais arredio dos Sullivan, é mecânico e corredor de pistas de alta velocidade. Suas únicas preocupações são: como gastar seu dinheiro e com que mulher passar a próxima noite… Até que ele recebe a difícil tarefa de cuidar do filhote de yorkshire de seu irmão por duas semanas — um total contratempo para um homem como ele. Mas Zach não tem como negar este favor a Gabe e, muito a contragosto, acaba aceitando cuidar de Ternurinha, a cachorrinha que, para piorar, é um terror e certamente precisa de treinamento. Heather Linsey não acreditava que teria de treinar o fi lhote do arrogante Zach Sullivan. De todos os homens que já conhecera, Zach era o mais atrevido. Palavras como arrogante, esnobe, pretensioso cabiam especialmente bem no mecânico da família Sullivan. Além disso, a beleza e o charme de Zach eram desconcertantes e a atração entre eles, inevitável… Heather estava francamente disposta a negar esse trabalho, mas teve que pensar duas vezes antes de recusar, pois fora indicada por uma grande amiga. De qualquer forma, ela sabia que podia controlar as investidas de Zach Sullivan, caso ele se mostrasse desrespeitoso. O que ela não sabia é que sua rejeição ia despertar os mais profundos e obstinados desejos no mecânico…

Comentários: Essa é uma série de oito livros que eu comecei a ler pelo sexto (rs), mas os livros são independentes então dá pra fazer isto sem perder nada da história. Em seguida resolvi ler o quinto, que eu gostei bem mais. Falo mais sobre a narrativa na resenha que será publicada em breve.


O Mágico de Oz - Lyman Frank Baum

L. Frank Baum (1856-1919), o escritor, poeta, ator e cineasta nascido em Chittenango, Nova York, escreveu um dos mais populares livros da literatura infantil de todos os tempos O Maravilhoso Mágico de Oz (1900). A versão musical para o teatro do livro foi apresentada na Broadway de 1902 a 1911, com estrondoso sucesso. Não menos sucesso teve a versão cinematográfica de 1939, estrelada por Judy Garland, no papel de Dorothy.A obra nos conta a encantadora história da garota Dorothy, que é levada por um ciclone à fantástica Terra de Oz, onde entra em contato com o Homem de Lata, o Espantalho, o velho mágico e uma série de outros personagens fabulosos, em uma jornada de pura magia e beleza.Esta edição contém ilustrações da primeira edição da Geo. M. Hill Co., Chicago New York, 1900, de W. W. Denslow.

Comentários: Li esse livro para a edição de clássicos do clube do livro da cidade onde moro e gostei bastante. Apesar de ser uma narrativa infantil o livro também pode ser lido por adultos. Espero fazer resenha em breve



Os Segredos de Colin Bridgerton - Julia Quinn

Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. 

Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. 

Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. 

Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.  No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz. 


Comentários: A última leitura do mês foi o tão aguardado quarto livro da série Os Bridgertons. Estava bem ansiosa e posso dizer que não me decepcionei. Julia Quinn mais uma vez arrasou. Com certeza termos resenha!


E vocês o que leram em setembro?

Érika Rodrigues

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.