Editora Única

[Resenha]: Um Amor Perfeito (Susan Fox)

01:34

Título: Um amor Perfeito | Autora: Susan Fox | Editora: Única | Edição: 1 | Páginas: 192 | Nota: 3 de 5

Sinopse: Conheça a cidade de Caribou Crossing em que um jovem casal planeja a vida que sempre sonhou...Wade Bly e Miriam são um casal perfeito: juntos desde a escola, ambos sonham com uma vida feliz juntos. Wade tem planos de se casar com Miriam e trabalhar no rancho de seu pai, e futuramente, com o dinheiro que irá guardar, aumentar sua família com quatro filhos. Miriam sabe que sua felicidade está ao lado de Wade. Ele é um homem carinhoso e sonhador e um amante quente e sensual. Suas vidas estão conectadas e felizes. Até que uma gravidez inesperada e algumas decepções irão desafiá-los. Eles estão prontos para encarar os desafios da vida?
Um amor que está apenas começando... e provações que irão mostrar-lhes o caminho. Não perca a saga Caribou Crossing!




*Este livro foi cedido pela editora para resenha

Comentários



Eu não conhecia nada da Susan Fox, mas a blogosfera literária já tinha me convencido que a autora é especialista em romances que derretem até os corações mais gelados. Sendo assim, como até pouco tempo tinha algumas ressalvas quanto a ler histórias que tivessem o romantismo como foco, resolvi adentrar no universo da autora a partir de Um Amor Perfeito, primeiro livro da série Caribou Crossing. 

O livro narra à história de Miriam e Wade. Um jovem casal apaixonado desde os tempos do colégio. A partir de algumas lembranças dos dois percebemos como esse amor amadureceu e continuo intenso mesmo depois do casamento e da primeira filha. No entanto, somos apresentados a eles de uma forma pouco convencional: o livro começa com Miriam desacordada e internada em um hospital e com Wade extremamente preocupado com as consequências desse acontecimento na vida dos dois. 

Susan optou por contar a história de forma a intercalar passado e presente. A partir do ponto de vista dos dois protagonistas visitamos as memórias do dia do casamento, natal em família e outros acontecimentos diários que servem para dar substância a intensidade do amor do casal. E aos poucos vamos chegando ao conflito que pode colocar a prova esse relacionamento perfeito. Nesse primeiro livro também conhecemos Jéssica, filha do casal, e Evan, melhor amigo da garota, que serão protagonistas do próximo livro.

Particularmente achei toda a história bem clichê, mas isso não seria um problema caso a autora conseguisse desenvolver bem a narrativa. O conflito se revelou em algo fraco e não havia a necessidade de todo o melodrama que perdurou do meio do livro até praticamente o final. Outra coisa que deixou a história bem maçante foi o sentimento de culpa que Wade carregou desde o início.  

Além disso, os personagens não apresentaram muita evolução ao longo da narrativa. Na verdade, senti falta de uma história e isso dificultou o meu envolvimento e a leitura não foi tão rápida quanto eu imaginava. A autora passa o tempo todo girando em torno da mesma situação. Mesmo com todos esses problemas o final é bem bonito e romântico e valeu a leitura pelo fato do livro ser ambientando no campo e do personagem masculino ser do tipo cowboy. 

A edição possui fonte grande e páginas amareladas que garantem conforto durante a leitura. Mas a melhor parte está na contra-capa, onde é possível destacar um marcador do livro. Todas as edições deveriam ser assim.


Érika Rodrigues

Cardápio

[Leitura de Domingo]#1: A Guerra dos Tronos

18:28

Olá leitores,
Já faz algum tempo que tenho vontade de ler As crônicas de gelo e fogo, mas confesso que sempre achei o volume dos livros e a quantidade de livros que a série (ainda inacabada) possui um tanto quanto intimidadores. O fato é que sempre acabava colocando outro livro como prioridade e a hora de ler a narrativa do George Martin nunca chegava.

No entanto, a Fran do blog Universo Literário teve uma ideia super produtiva pra quem tá querendo desencalhar algum livro e pretende fazer isso de forma despretensiosa e sem a pressão do tempo. O projeto se chama Leitura de Domingo e como o próprio nome já diz propõe a leitura de um livro apenas aos domingos e ir mostrando o nosso progresso nos redes sociais do blog.

Sendo assim, amanhã (26 de abril) darei início ao “Leitura de Domingo” aqui no Relicário com o primeiro livro da série – “A Guerra dos Tronos”. 

O que acharam do projeto?
Érika Rodrigues

Leitura Compartilhada

[Resenha]: Eleanor & Park (Rainbow Rowell)

21:29

Título: Eleanor & Park | Autora: Rainbow Rowell | Editora: Novo Século | Edição: 1 | Páginas: 328 | Nota: 3 de 5
Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo

Comentários

"A gente acha que abraçar uma pessoa com força vai trazê-la mais para perto. Pensamos que, se a abraçarmos com muita força, vamos senti-la, incorporada em nós, quando estivermos longe." 
Página 312

Eu costumo sempre dizer que é de certa forma desonesto dá início a uma leitura quando já se está repleto de expectativa a respeito da mesma. Desonesto porque a gente acaba esperando mais do que de fato a história pode nos oferecer. Minha relação com Eleanor & Park começou assim. Quem acompanha os blogs e vlogs literários já deve ter percebido a narrativa da Rainbow Rowell é uma das queridinhas do momento. E eu não posso negar que o livro é fofo e até mesmo bem escrito, mas para mim a história deixou muito a desejar.

Rainbow Rowell nos apresenta, a partir de um narrador observador, a história de dois jovens. De um lado temos Eleanor, uma adolescente ruiva e acima do peso (considerado padrão) tentando se inserir em um contexto familiar e escolar completamente novo e desafiador. Claro que tudo isso é acrescido pelo drama da protagonista ter por volta dos 16 anos. No outro extremo temos Park, um mestiço (mãe coreana e pai norte-americano) que apesar de fazer o tipo “out” consegue se virar bem no ambiente escolar. Park também tem um núcleo familiar equilibrado que funciona como suporte para os dois personagens em determinado momento da história. 

Os dois se conhecem no primeiro dia de aula da Eleanor na escola que Park costuma frequentar. O encontro propriamente dito se dá no ônibus escolar e este é o cenário de muita coisa nessa narrativa. A partir do encontro toda história fica centrada nos adolescentes: o reconhecimento, a aproximação, o interesse e o relacionamento. Confesso que achei muito bonito a forma como a autora descreve os momentos iniciais e toda a ansiedade e dúvida que envolve o início de um relacionamento independente da idade. Gostei também das referências a músicas e quadrinhos da época.  

A partir daí seguimos acompanhando de forma cadenciada a rotina dos dois e alguns desafios que eles vão enfrentando (problemas familiares, aceitação na escola...). E isso é tudo que a história tem a nos oferecer. A grande questão é que eu fiquei esperando algo que nunca chegou; um acontecimento que marcasse a história, que a tornasse única, que tivesse um elemento só dela e que depois de um tempo eu iria pensar nesse livro seria disso que eu iria lembrar, mas Eleanor e Park não possui esse elemento. E isso me decepcionou. Na verdade acredito que esse foi o YA mais fraco que já li até hoje. 

O modo como a autora optou por encerrar a história também foi meio frustante. Algumas coisas ficaram sem explicação ou mesmo sem uma justificativa plausível, como o fato de todo mundo meio que desconfiar dos problemas que a Eleanor enfrentava em casa e ninguém tomar uma atitude. Mesmo com todos essas questões o livro tem o seu quê de fofura e pra quem procura uma leitura leve Eleanor & Park pode ser uma opção. 


Leitura Compartilhada

Esse foi o segundo livro lido em conjunto com a Fran (do Universo Literário) e o Clóvis (do De Frente com os Livros) para o Projeto Leitura Compartilhada. O projeto consiste em fazer a leitura do mesmo livro, no mesmo período e depois gravar um vídeo comentando como foi a experiência. Se você ainda não viu o nosso primeiro vídeo sobre “Cadê você, Berdanette?” confira aqui





Érika Rodrigues

Dizem por ai

[Dizem por aí]: Bienal, Jojo Moyes e Game of Thrones #1

00:27

tumblr


Olá leitores!

Hoje é dia de coluna nova no blog. A partir de agora teremos um espaço dedicado às notícias sobre o mundo da literatura, da música, dos filmes e séries. Na primeira edição da coluna conversaremos sobre a bienal do livro do Rio, sequência de Como eu era antes de você e sobre Game of Thrones. 

#Autores internacionais confirmados para a Bienal do Livro 2015

Estamos a aproximadamente cinco meses da tão esperada Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Até o momento a organização do evento já divulgou alguns dos autores internacionais que prometem enlouquecer os leitores. São eles: Julia Quiin (EUA), famosa pelos romances históricos; Sophie Kinsela (Inglaterra), autora de Os Delírios de Consumo de Becky Bloom; Colleen Houck (EUA), de A Maldição do Tigre; Joseph Delaney (Inglaterra), autor de O Aprendiz, e Raymond E. Feist. 

A Bienal do Rio acontece entre os dias 3 e 13 de setembro, no Riocentro. Saiba mais



#Jojo Moyes divulga sequência de Como eu era antes de você

Quem leu a história de Will e Louisa certamente se questionou sobre o rumo da história após o final do livro. Em breve todos os fãs, assim como eu, matarão a curiosidade e colocarão fim as suposições sobre o destino da nossa personagem principal. Isso porque a autora divulgou que está escrevendo a sequência do livro, que lá fora terá After You (Depois de você) como título. Já estamos liberados para morrer de ansiedade?? 

Como eu era antes de você foi lançado em 2013 no Brasil pela editora Intrínseca e a sequência deve chegar por aqui em 2016. Confira a resenha AQUI.





 #Episódios de Game of Thrones vazam 

Todo ano, desde o início da série, abril é aquele mês carregado de expectativa quanto as estreias das temporadas de GoT. No entanto, o lançamento da quinta trouxe a polêmica dos episódios pirateados e divulgados online um dia antes da estreia mundial pela HBO. 

O fato é que não apenas o primeiro, mas cinco episódios já se encontram disponíveis online em baixa resolução. Mesmo sendo fã da série optei por assistir os episódios semanalmente pela TV e minha postura é isenta de julgamentos sobre pirataria, é só uma questão de preferência mesmo e um pouco de falta de tempo para maratona. Quem também for respeitar a temporalidade dos episódios deve fugir dos sites e páginas especializadas a fim de evitar os temíveis spoilers.

Essa foi a nossa primeira edição do Dizem por aí. O que acharam da nova coluna? Sugestões e críticas construtivas são sempre bem vindas.

Beijos
Érika Rodrigues



Editora Gente

[Divulgação]: Lançamentos Editora Gente e Única

23:11

Olá leitores!
Como de costume no início de cada mês apresento os lançamentos das Editoras Gente e Única que são parceiras do Relicário. Vamos conhecer as novidades de Abril?!


O manual da garota geek - Sam Maggs



O manual da garota geek é o guia especial de tudo aquilo que nos faz incrível: nossas paixões. Embora o restante da humanidade acredite que as geeks são pessoas muito estranhas, a verdade é que apenas amamos e nos envolvemos demais com as melhores coisas da vida. Não importa o que você ame – quadrinhos, seriados de ficção científica, literatura juvenil –, se acabou de chegar ou se adora há anos, para ser uma garota geek o importante é amar com intensidade. Desde aprender a iniciar um blog legal sobre seus hobbies, planejar o próximo cosplay, organizar um evento geek ou simplesmente entender que tipo de nerd você é, este livro está aqui para ajudá-la. Encontre aqui tudo o que você precisa para que sua nerdice seja longa e próspera!





As pontes de Madison -  Robert James Waller

O ano é 1965, e a cidade de Iowa, interior dos Estados Unidos, parece estar ainda mais quente nesse verão. Francesca Johnson, uma mãe de família que vive uma vida pacata do campo, não espera nada além dessa temporada do que o retorno dos filhos e do marido, que viajaram. Sua tranquilidade, porém, será interrompida com a chegada de Robert Kincaid, um fotógrafo de espírito aventureiro que recebeu a missão de registrar as belíssimas pontes de Madison County.
Francesca e Robert comprovaram para o mundo que o valor das coisas está realmente na intensidade que elas carregam e não no tempo que duram. Casada, mãe, Francesca não deveria ter sentimentos tão fortes por esse fotógrafo. Assim como ele, um homem tão livre, nunca se viu tão preso a alguém que acabou de conhecer. E é justamente assim que as paixões intensas funcionam: é como ser atingido por um raio quando menos se espera,
e, de repente, seu corpo e sua existência estão preenchidos de energia, sem ter como voltar atrás para o estado anterior. E perdemos todo e qualquer pudor ao ver que é possível, uma vez mais, encontrar espaço para dançar.


Negocie qualquer coisa com qualquer pessoa - Eduardo Ferraz

Isso vale para quem trabalha como negociador, mas também para aqueles que não sabem ou não gostam de negociar, pois essa dificuldade resulta em grandes prejuízos financeiros e emocionais. A verdade é que fazer acordos ruins prejudica o trabalho, os relacionamentos e o cotidiano de qualquer um.
Eduardo Ferraz demonstra nesta obra maneiras de negociar muitas situações delicadas. Por exemplo: Como dizer não sem ofender? Como expor seus talentos sem parecer arrogante? Como aumentar seus ganhos? Como lidar com pessoas difíceis? Como definir uma remuneração justa? Como reagir a uma proposta absurda? Como evitar conflitos? Como agir em relacionamentos problemáticos?
Você terá acesso a técnicas práticas para obter ótimos resultados — profissionais e pessoais – em pequenos e grandes acordos ao negociar qualquer coisa com qualquer pessoa.




O estilo Luiz Biagi de criar negócios - Maria Lúcia Doretto

Em um momento no qual celebramos fortunas que acontecem da noite para o dia e a ilusão do enriquecimento rápido chega a distorcer a noção de empreendedorismo dos menos experientes, a biografia de Luiz Biagi vem justamente para provar o que, no fundo, já sabemos: o sucesso é construído insistentemente, ao longo dos anos, por aqueles que não desistem de buscar o aprendizado e o desenvolvimento de si e dos que o cercam.
Superar crises e abrir novas frentes é uma das marcas de Luiz Biagi, que fez questão de que o livro apresentasse as lições que fizeram dele um dos maiores homens de negócios brasileiros, assim como um líder que conseguiu não apenas prosperar, mas gerar uma sucessão que faz jus ao nome que carrega. Ao tocar a subjetividade do biografado, Doretto nos revela um Luiz que se sensibiliza com histórias, obras de arte, formas de descobrir a força que existe escondida nas pessoas e não apenas nos negócios.
Entre a criatividade para sobreviver a mudanças econômicas e o investimento incansável em educação e tecnologia, Luiz Biagi traz para os empreendedores do futuro um grande legado a ser seguido e uma trajetória que marcou o país e desenvolveu diversos setores brasileiros. Encontre o estilo Biagi de criar negócios e participe do dom de encontrar o potencial não apenas de investimentos – mas da vida, dos relacionamentos e de tudo aquilo que entrou em contato com esse importante ator do cenário econômico brasileiro.


Sob pressão - Bruce Hoverd

Se comparados às gerações anteriores, nós trabalhamos por mais tempo e com mais intensidade do que nunca, e sempre com prazos apertados e muita cobrança. Como você já sabe, mais exigências significam mais pressão – o que pode facilmente se transformar em estresse (se já não se transformou!). A vida se torna um trem desgovernado: emoções sempre à flor da pele, incerteza sobre o que devemos fazer, a sensação de que o trabalho nunca chega ao fim e aquela vontade de fugir para bem longe... Basta!
Você não merece uma rotina de dores de cabeça e no corpo, irritação e sensação de ser dominado por um cansaço que não passa. Em Sob pressão, o autor mostra como elevar sua capacidade de resiliência, gerenciar os gatilhos do estresse e ter o trabalho bem realizado – mesmo quando o ritmo aperta. 



O que acharam dos lançamentos de abril?
Érika Rodrigues

Cardápio

[Sorteio]: Aniversário Doce Literário e Isaac Zedecc

00:09

Olá pessoal, tudo bem? O blog Doce Literário e Isaac Zedecc estão comemorando seu primeiro aniversário, é um momento especial para todos comemorarem juntos com 50 blogs, 12 autores, 3 editoras, quem ganha os prêmios são vocês leitores <3

Regras:
Para participar dessa grande promoção, basta seguir as instruções abaixo:
1) Para participar é preciso cumprir a primeira entrada (lembrando que nas que apresentam "visit" É PARA CURTIR).de cada kit. As opcionais dão mais chances para vocês ganhar
2) A promoção é válida somente para quem tem endereço de entrega no Brasil;
3) A promoção estará no ar de 06 abril á 01 junho
4)  Ao fim da promoção serão sorteados 7 ganhadores, sendo um ganhador para cada kit sorteado;
5) Os livros serão enviados aos ganhadores em um prazo de 40 dias úteis após o recebimento dos dados do ganhador;
6) Cada blog será responsável pelo envio do livro que cedeu.
7) Os blogs participantes da promoção não se responsabilizam por extravio ou atraso na entrega dos Correios.
8) O ganhador terá o prazo de 3 dias para responder ao e-mail que lhe será enviado.
9) Após o prazo de 3 dias sem retorno do ganhador, um novo sorteio será realizado para substituir aquele que não responder ao e-mail; os demais ganhadores não perderão seus direitos ao prêmio neste caso, desde que respondam no prazo;

10) Dúvidas? Envie um e-mail para amanda_larsen@outlook.com ou fotomalucaisaac@hotmail.com




a Rafflecopter giveaway


a Rafflecopter giveaway


a Rafflecopter giveaway


a Rafflecopter giveaway


a Rafflecopter giveaway


a Rafflecopter giveaway

Lembrando que do kit especial contém participação dos autores e editoras.
Boa Sorte <3

Cardápio

{Leitura Compartilhada}#2: Eleanor&Park

20:24


Olá leitores!

O Leitura Compartilhada, em parceria com a Francielle Couto (Universo Literário) e o Clóvis Marcelo (De frente com os Livros), está de volta!

Na primeira edição do projeto, na qual chamamos temporariamente de book tour, nós realizamos a leitura do livro Cadê Você Bernadette?, da Maria Semple, cujo resultado você confere AQUI. Além das nossas resenhas individuais, nós fizemos também um vídeo bem legal onde realizamos a discussão da obra com mais detalhes.

E desta vez não será diferente. A ideia é que periodicamente uma mesma leitura seja realizada por nós três para que, ao final, possamos conversar e compartilhar nossas opiniões com vocês. Por isso, a partir de hoje, 5, estaremos dando início a leitura de "Eleanor & Park”, da Rainbow Rowell, que inclusive foi sorteada em nosso primeiro vídeo. Nossos comentários (em resenha e vídeo) devem ser publicados ainda este mês, por isso fiquem ligados.


O que acharam do projeto?
Érika Rodrigues

Arqueiro

[Resenha]: Amigas para sempre (Kristin Hannah)

00:19

Título: Amigas para Sempre | Autora: Kristin Hannah | Editora: Arqueiro | Edição: 1 | Páginas: 446 | Nota: 4 de 5

Sinopse: Amigas Para Sempre - Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.



Comentários


"A sua geração tem muita sorte. Vocês podem ser o que quiserem. Mas você precisa de arriscar às vezes. Se abrir para o mundo. Uma coisa que eu posso lhe dizer com certeza é o seguinte: na vida, a gente só se arrepende do que não faz"
Página 27

Quem acompanha as minhas resenhas aqui já deve ter percebido que todos os livros que li da Kristin Hannah foram indicados pela Fran, do Universo Literário, e esse não foi diferente. Além de me presentear com o livro, a leitura de Amigas para Sempre ficou rodeada de expectativas devido aos vários comentários positivos que a Fran teceu. Claro que já deu pra perceber que a opinião dela é tendenciosa, mas o fato é que a Kristin sabe como escrever histórias emocionantes.

O livro conta a história da amizade entre Tully e Kate. Tully é bonita e popular e se muda para a casa em frente à de Kate na Rua Alameda dos Vagalumes. Kate, por sua vez, é tímida e solitária e passa bastante tempo sozinha ou na companhia da família. A aproximação entre Tully e Kate acontece de maneira inusitada no momento em que as duas meninas tão diferentes percebem que tem coisas em comum. E é mais ou menos assim que surgem todas as amizades. Motivo pelo qual gosto tanto da narrativa da autora: tudo é muito natural e verossímil e essas características nos ajudam a nos identificar com os personagens.

Apesar de diferentes, as duas estavam ávidas por alguém em quem confiar e dividir momentos felizes e os pesos das inseguranças da adolescência. Por isso, elas se tornam inseparáveis. Planejam uma vida inteira juntas e mesmo com os descaminhos normais da vida as duas se mantém amigas até a fase adulta. A história é narrada em terceira pessoa e através dela acompanhamos as intersecções e os afastamentos da vida das meninas durante 30 anos. São diversos momentos compartilhados entre Kate e Tully, desde algum tempo antes de se tornarem amigas, o florescer da amizade aos 14 anos e tudo que se seguiu depois disso. A narrativa apresenta ao leitor de maneira honesta como as vizinhas da Alameda dos Vagalumes encaram o ensino médio, a faculdade, a carreira, o amor, a família e a amizade.

E impossível não se identificar em algum momento com Kate ou Tully. Kate se tornou a minha predileta, mas claro que ela tinha defeitos. E Kristin Hannah não a poupou nesse aspecto, não poupou nenhum personagem. Em diversas situações me questionei sobre que atitude teria ou se suportaria determinada problema ou mesmo como transporia alguma crise na amizade. Porque é claro que as crises existem, afinal nenhum relacionamento real se mantém estável durante 30 anos. Além de toda a história, uma das coisas mais interessantes neste livro é ver o desenvolvimento das personagens, acompanhar seu amadurecimento ao longo do livro é sem dúvida bonito de se ver e se ler. Recomendo!

Érika Rodrigues

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.