Intrínseca

[Resenha]: Um mais um (Jojo Moyes)

22:48

Título: Um mais um | Autora: Jojo Moyes | Editora: Intrínseca | Edição: 1 | Páginas: 320 | Nota: 4 de 5

Sinopse: Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou.
Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno gênio da matemática, tem outro problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá?

Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de praia por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio. Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário.


Comentários

“Então certa vez Ed conheceu uma garota que era a pessoa mais otimista que ele já tinha vista. Uma garota que usava sandálias de dedo torcendo para a primavera chegar. Parecia saltitar pela vida como o Tigrão, do Ursinho Pooh. As coisas que abateriam a maioria das pessoas pareciam não afetá-la.” 
Página 211

Já não é novidade que Jojo Moyes é minha autora predileta. E mesmo iniciando cada leitura cheia de expectativas ainda consigo me surpreender com a criatividade e a sensibilidade com que a autora compõem cada uma de suas narrativas. “Um mais um” é uma jornada de emoções e através de cada capitulo somos levados ao riso, ao drama, ao romance e a entender como duas realidades tão distintas fazem mais sentido juntas do que separadas.

O livro tem quatro personagens principais e a narração é intercalada pela perspectiva de cada um deles: Jess é uma mãe solteira batalhadora que se desdobra entre dois empregos, as atividades domésticas e a criação dos dois filhos; Nicky é adolescente, enteado de Jess que devido a todo processo de separação acabou ficando sob os cuidados da moça, e além do afastamento do pai enfrenta diariamente diversas situações de bullying; Tanzie  - filha de Jess – tem dez anos e é uma criança prodígio da matemática; e Ed é um milionário da ramo de tecnologia que está enfrentando um processo judicial por divulgação de informações sigilosas.

Todo esse emaranhando de personagens tão diferentes se encontra a partir de Jess e Ed. Jess costuma fazer faxina na casa do milionário e um dia acaba encontrando-o em uma situação bem grosseira. Devido ao modo como se conheceram Jess passa a antipatizar Ed e reza para não encontrá-lo mais. No entanto, o destino coloca Ed em uma noite de bebedeira no mesmo bar que Jess trabalhava, mas ainda não é dessa vez que ela muda de opinião quanto a personalidade dele.

Jess enfrenta muitas dificuldades financeiras e não pode contar com o ex-marido para absolutamente nada, mas mesmo com as situações adversas que enfrenta ela encontra motivação em cada pequena possibilidade de dar um futuro melhor para seus filhos. E é num dessas oportunidades que a jornada desse livro tem início.

Tenzie havia sido indicada para um bolsa escolar em uma das melhores escolas da região, mas mesmo com o desconto oferecido Jess não poderia arcar com os custo anuais. Até que em um dia comum o professor da garota liga e informa que irá ocorrer um olimpíada de matemática cujo prêmio é um valor que daria para pagar os estudos de Tanzie. O problema é que a prova seria realizada na Escócia. Desesperada com o fato de que precisava agarrar aquela oportunidade Jess resolve ir de carro (com o seguro vencido e vários outros problemas) já que não poderia pagar pelas passagens de ida e volta dos três. E é óbvio que o plano deu errado logo no início quando a família é parada em um blitz.

Enquanto Jess tentava resolver as coisas com os policiais, Ed acaba passando pela mesma estrada e resolve ajudar. Oferece carona e embarca nessa viagem maluca com personagens tão atípicos. Mais do que uma oportunidade de ajudar alguém a viagem funciona para Ed como escape para tudo que envolvia o processo e o seu afastamento da própria empresa.

A viagem, bem como todo o livro, nos leva a conhecer um pouquinho melhor da personalidade e dos dramas que envolvem cada um dos personagens. Os quilômetros que aproximam a Inglaterra da Escócia nos aproximam também de cada característica que molda a personalidade dos quatro. Ressalto, no entanto, que há também inúmeros momentos divertidos e até mesmo algum romance nesse percurso. Tudo apresentado pela autora de forma muito real e honesta. “Um mais um” nos mostra toda a versatilidade de Jojo Moyes em criar histórias cativantes.


Érika Rodrigues

Editora Objetiva

[Projeto Literário]: A poesia do livro

18:12



Olá leitores!

Hoje é dia de começar a nossa participação no Projeto Literário. Essa iniciativa prevê blogagem coletiva durante dois meses e duas semanas com postagem uma vez por semana e uma crítica cinematográfica a cada 15 dias. A primeira atividade do projeto se chama “Poesia do livro” e tem o intuito de compartilhar em que situação um livro se tornou especial para você, que fase da vida isso aconteceu, que tipo de aprendizado ele te trouxe.

         _______________________________   //___________________________________

Pois bem! O livro escolhido foi “Eu sei que vou te amar”, do Arnaldo Jabor. Todo mundo conhece ou pelo menos já ouviu falar do Jabor como comentarista político e econômico, mas o fato é que o jornalista também se aventura pela ficção literária e neste livro em questão propões um movimento inverso em termos de adaptação. Já que o autor traz a história de um filme para o livro.

A minha identificação com essa narrativa talvez seja muito subjetiva, mas o fato é que eu adorei a perspectiva de uma DR (discussão de relação) completamente real e plausível, bem como a ausência de personagens secundário e mocinhos e vilões. O casal é apresentado como resultado das suas virtudes e fraquezas enquanto indivíduo e enquanto casal. Nada é idealizado ou cercado de romantismo bobo e é exatamente aí que se encontra a beleza do livro.

“E você vem e você chega e entra quebrando todo o realismo da sala, quando você entra muda tudo, a casa fica diferente, as cadeiras se movem, os vasos de rosa voam no ar, as mesas rodam, rodam e eu começo a perder o controle da minha solidão; sozinho eu me seguro, mas você chega e eu danço, pois você sabe de mil truques para me jogar no abismo...”



O que achou da nossa primeira atividade? Que livro é especial para você?
Érika Rodrigues

Arqueiro

[Resenha]: Para Sir. Phillip, com amor (Julia Quinn)

19:14


Título: Para Sr. Phillip, com amor | Autora: Julia Quinn | Editora: Arqueiro | Edição: 1 | Páginas: 288 | Nota: 4 de 5
Sinopse: Para Sir Phillip, Com Amor - Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. 
Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? 
Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. 
Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro.

*Este livro foi cedido pela editora para resenha 

Comentários



Quem acompanha o blog já deve ter percebido que eu amo romances de época e quando se trata desse tipo de narrativa a Julia Quinn é uma excelente contadora de histórias. Em Para Sr. Phillip, com amor - quinto livro da série “Os Bridgertons” – conhcemos a história de Eloise Bridgerton. 

Apesar da beleza e de já ter participado de várias temporadas de bailes na sociedade londrina, Eloise ainda está solteira e se engana quem pensa que esse título pejorativo na época incomodava a jovem. Afinal o problema não residia em receber propostas de casamento, Eloise queria encontrar o amor avassalador que seus irmãos mais velhos pareciam ter encontrado. Com a idade avançando e nenhuma grande paixão em seu caminho a jovem se conforma com o fato de que ficará solteira desde que possa gozar da companhia de Penélope, sua melhor amiga e forte candidata a solteirona. No entanto, quando Penélope anuncia o casamento com Colin, as certezas de Eloise quanto a uma vida sozinha começam a mudar. 

Além de ser bastante falante, Eloise também nutria um amor pelas cartas e as escrevia com frequência para parentes e conhecidos. Ao saber do falecimento de uma prima distante, Eloise resolve mandar uma carta com suas condolências ao viúvo – Phillip. A partir daí os dois começam um troca constante de correspondências. Essa comunicação segue até o momento em que a jovem é convidada por Sir. Phillip para passar um tempo em sua propriedade afim de descobrir se os dois se dariam bem, já que Eloise estava solteira e Phillip em busca de uma nova esposa. 

Phillip é um cavalheiro com todos os atributos positivos que esse adjetivo possui, mas vinha levando a vida de maneira caótica após o falecimento da esposa e a responsabilidade de gerir a casa e cuidar dos filhos gêmeos Oliver e Amanda. Ele via a ideia de se casar novamente apenas pelo lado prático (alguém para assumir as reponsabilidades do lar) e completamente despida de idealismos românticos. 

A chegada de Eloise traz um dinâmica completamente diferente a narrativa, pois além de acompanharmos o possível entendimento dos dois, que tem personalidades tão distintas, ainda temos o prazer de conhecer todas as traquinagens dos filhos de Phillip que fazem de tudo para dificultar a estadia da jovem. 

Apesar do peso que o passado de Phillip carrega e dos medos de Eloise essa é provavelmente uma das narrativas mais divertidas depois de “O visconde que me amava”. É impossível não dar algumas gargalhadas com os gêmeos ou com os atritos entre o casal. Ressalto também que para quem acompanha a série é difícil não sentir certo saudosismo quanto as crônicas da nossa fofoqueira predileta – Lady Whistledown. 

Érika Rodrigues

Resultado

[Resultado]: Top Comentarista e Resenha Premiada

15:53


Olá leitores!
No mês passado realizamos dois sorteios em comemoração ao aniversário de dois anos do blog. 
O top comentarista especial valendo um exemplar de “Quem é você, Alasca?” teve a leitora Daniella Etinger como vencedora. Já a nossa parceira Ana Porto Maia foi a vencedora da resenha premiada de "Que Falta Você me Faz".

Parabéns as vencedoras e muito obrigada a todos que participaram.

Érika Rodrigues

Divulgação

[Divulgação]: Lançamentos Editora Gente e Única

02:47

Olá leitores!
Hoje é o dia de conhecer as novidades das Editoras Gente e Única que chegam as livrarias esse mês. Vamos aos lançamentos!!


Incrível - Sara Benincasa

Naomi Rye simplesmente odeia quando chega o verão e ela é obrigada a ficar com sua mãe socialite em East Hampton. Afinal, ela definitivamente não pertence àquele mundo de glamour e adolescentes mimados. No entanto, tudo pode ser diferente neste verão, pois a casa vizinha foi alugada pela linda e misteriosa Jacinta Trimalchio, que sabe como impressionar com suas festas suntuosas e selvagens e, claro, seu badalado blog Incrivel.com. Jacinta tem as próprias razões para se aproximar de Naomi: Delilah Fairweather. O envolvimento dessas garotas poderá culminar em grandes tragédias, e o mundo de riqueza e esbanjação cuidadosamente construído por aqueles jovens ricos poderá cair em pedaços. Naomi agora precisa decidir se está disposta a ser puxada por essa vida que por tantos anos rejeitou, ou se enfim cederá aos encantos da misteriosa e fascinante vizinha.



Tudo o que você precisa saber sobre mitologia -  Kathleen Sears 

Quem nunca se interessou por mitologia que atire a primeira flecha... ops, pedra! A verdade, porém, é que a gente acaba se perdendo entre tantos mitos, tantos deuses e deusas e monstros, tantos nomes e acontecimentos. E vários pontos ficam meio sem resposta na nossa cabeça: 
* Quem Zeus puniu por desobediência? 
* De quem Hera se vingou? 
* Quais são, afinal, os 12 trabalhos de Hércules? 
* Édipo era mesmo apaixonado pela mãe? 
* Essas respostas – e muitas outras – estão neste livro! Navegue por capítulos dedicados a cada imortal e mortal da mitologia antiga, grega e romana, e descubra os pontos em que os mitos se encontram. Não importa se quer saber por curiosidade ou se quer arrasar mostrando seus conhecimentos em conversas por aí: Tudo o que você precisa saber sobre mitologia tem o que você precisa saber!


Tudo o que você precisa saber para ser promovido - Geoffrey James

Para ser contratado, promovido, respeitado e para não sentir como se nunca soubesse o que realmente está acontecendo ou o que seu chefe quer de você, é preciso descobrir os atalhos que o levam a dar a resposta certa, não importa a pergunta. Para ajudá-lo nesse grande desafio, Geoffrey James, autor reconhecido internacionalmente por sua visão prática sobre o mundo profissional, revela os passos para que você supere suas maiores dificuldades, sejam elas: 
* Sentir-se travado na hora em que mais precisa se comunicar com aqueles que têm poder para melhorar sua posição. 
* Ter de gerenciar não só a si mesmo como também seu chefe e sua equipe para que as coisas enfim aconteçam. 
* Ter de lidar com conflitos de cunho pessoal dentro da empresa – o que dá muito mais trabalho do que trabalhar de fato. 
* Estar em meio a uma check-list de pendências na qual todas são urgentes. 
* E tantas outras situações que tiram sua paz – e que acontecem com todo mundo. Esqueça todas as baboseiras e, sem enrolação, descubra como focar o que realmente faz a diferença, ser mais produtivo e alcançar uma carreira segura e duradoura! Esta é a obra que deveria ser leitura obrigatória para qualquer profissão!

O que vale é a intenção - Mallika Chopra 

Todos nós, em dado momento da vida, nos sentimos soterrados pela rotina e pelas responsabilidades. Lidar com o trabalho, cuidar dos filhos, nutrir um relacionamento, gerir a casa... É tanta coisa a fazer em tão pouco tempo que nos esquecemos de prestar atenção em como estamos de fato vivendo. Mallika Chopra quer mudar esse cenário. Por isso, trabalha incentivando homens e mulheres a buscarem mais propósito para si. Nesta tocante narrativa, repleta de altos e baixos e de amor e compaixão, ela nos conduz pelos seis passos para uma vida em que nossas intenções enfim se concretizam. 
* Descubra como dar mais sentido à sua existência. 
* Trilhe o caminho que transforma intenções em ações. 
* Seja protagonista da sua história. 
* Tenha mais equilíbrio, paz e alegria em sua vida. 
Não deixe para depois a conquista de uma vida mais realizada. Busque agora a intenção que faltava para sua história ser feliz.

O que acharam dos lançamentos desse mês?
Érika Rodrigues

Editora Gente

[Resenha]: Vida Organizada (Thais Godinho)

04:00

Título: Vida Organizada | Autora: Thais Gosdinho | Editora: Gente | Edição: 3 | Páginas: 224 | Nota: 

Sinopse: Muito se fala em organização. São muitos os métodos e conceitos que transformam o desejo de ser organizado em algo quase inalcançável, como se precisássemos ser perfeitos e deixar a casa com cara de revista de decoração todos os dias. Mas quem tem tempo para isso quando a rotina é tão insana que não sabemos se cuidamos da casa, da família, do trabalho ou dos nossos sonhos primeiro? 

Thais Godinho tem um caminho. Ela acredita que a organização é o segredo para que possamos viver uma vida coerente com o que somos e, para isso, criou a máxima definitiva para o método que pode, sim, permitir que você alcance seus objetivos: tenha o sistema que funciona para você.

Neste livro, a autora mostra diversas possibilidades para que você consiga fazer o que deve fazer em todas as áreas da sua vida: casa, trabalho, família, de modo que você nunca perca de vista o que realmente importa.

Pare de se afogar em uma rotina que não lhe traz satisfação e que parece ser uma sucessão infinita de metas que você não consegue cumprir. Chegou o momento de respirar fundo e tomar uma decisão muito importante: ser uma pessoa organizada a partir de hoje!

*Livro cedido pela editora para resenha

Comentários

Vida Organizada é um daqueles livros que a gente tem de ter sempre por perto. Não dá pra ler uma vez e colocar na estante. Devemos tratá-lo como um manual e de tempos em tempos retornar para alguma de suas partes e refazer os exercícios propostos pela Thais Godinho.

A proposta da autora ao longo dos 8 capítulos é desmistificar a organização. A partir da leitura conseguimos ter uma noção que organizar o caos da nossa vida cotidiana está muito relacionado com fazer do processo de organização um hábito e que não existem fórmulas prontas para isso. Cada um vai ajustando os exercícios para melhor se adequar a sua rotina.

O planejamento é um ponto bem salientado ao longo do livro. Com dicas fáceis de assimilar e exercícios percebemos como é importante ter não só em mente, mas anotado em algum lugar os nosso objetivos a curto, médio e longo prazo, relacioná-los e a partir daí buscar mecanismos para atingir cada uma das nossas metas. 

Para quem, assim como eu, tem tendências a procrastinar e empurrar com a barriga algumas atividades essenciais para o bom funcionamento do nosso dia a dia esse livro é mais do que recomendado. Quem já gosta do assunto provavelmente vai se identificar muito e aprender outras maneiras de deixar as coisas em ordem.

Outro aspecto que também me agradou muito foi o caráter pessoal que a autora trouxe do blog para o livro, contando suas experiências e mostrando que não existe bicho de sete cabeças quando se trata de organização. E que ser organizado não significa ser obcecado por ter as coisas no lugar, mas encontrar maneiras de tornar sua vida mais fácil e produtiva. Com certeza esse será meu novo livro de cabeceira.

Érika Rodrigues

________________________Top comentarista________________________



Participe do nosso top comentarista de aniversário até o dia 10 de julho. Confira as regras e preencha o formulário AQUI

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.