Adaptações que concorreram ao Oscar 2016

01:43



No último domingo, 28 de fevereiro, a maior premiação do cinema mundial movimentou o universo dos cinéfilos e entusiastas da sétima arte. Os leitores também tiveram um motivo especial para acompanhar a premiação, visto que este ano, dentre os oito filmes indicados na categoria de “Melhor filme”, cinco tiveram roteiros adaptados de livros. São eles: 

O Regresso



A história contada por Michael Punke tem inspiração em fatos reais e aborda a vida de Hugh Glass, explorador e caçador de peles, que é deixado para trás por seus companheiros de jornada após ser atacado por um urso. A adaptação teve 12 indicações e levou os prêmios de Melhor ator (Leonardo DiCaprio), Melhor Diretor (Alejandro González Iñárritu) e Melhor Fotografia. 

Intrínseca, 270 páginas




Perdido em Marte


Lançado em 2011, o romance de Andy Weir apresenta os registros em primeira pessoa do astronauta Mark Watney ao despertar completamente sozinho em um planeta hostil. Sem perder o senso de humor, esse suspense retrata a luta pela sobrevivência. O filme concorreu em sete categorias, incluindo melhor filme e melhor ator. 

Arqueiro, 336 páginas





Quarto


A narrativa de Emma Donoghue deu origem ao filme O Quarto de Jack. A história apresenta a visão de um garoto de cinco anos nascido em cativeiro, cujo mundo se resumo a um quarto, e o ousado plano de fuga de sua mãe. A adaptação concorreu em quatro categorias e Brie Larson, que interpretou a jovem sequestrada aos 19 anos e mãe de Jack, foi eleita Melhor Atriz. 

Verus, 350 páginas



A Jogada do Século


O romance de Michael Lewis resultou no longa A Grande Aposta. Lançado no Brasil em 2011, o livro aborda de maneira contundente a crise mundial de 2008, uma das maiores recessões econômicas das últimas décadas. O Filme teve cinco indicações e levou o Oscar na categoria Melhor Roteiro Adaptado. 

BestBusiness, 322 páginas






Brooklyn


A narrativa do irlandês Colm Tóibin conta a história da jovem Ellis Lacey que em função da falta de oportunidades em sua cidade natal, migra para Nova York a fim de garantir um emprego. Mas o retorno inesperado a Irlanda coloca a jovem diante de uma escolha que pode mudar tudo. O longa foi indicado a três categorias. 

Companhia das Letras, 304 páginas





Érika Rodrigues

Também poderá gostar

2 comentários

  1. Eu só acho que Mad Max... Kkkkkkk =p

    ResponderExcluir
  2. Eu confesso que não tive tempo de assistir e muito menos de ler todos! Hahaha
    Sendo honesta, só li Quarto que é realmente lindíssimo e fiquei apaixonada pela história. Quero muito assistir o filme. Vale a pena.

    Os outros estou apenas na curiosidade! Hahahaha

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.