Resenha: Laços

01:44

Autor: Domenico Starnone |Editora: Todavia |Edição: 1 | Páginas: 144 |Nota: 4 de 5
Sinopse: Laços é um romance provocativo e de leitura irresistível sobre os vínculos familiares e as amarras do casamento. Uma obra vulcânica e marcante escrita por um dos principais autores italianos da atualidade. Vanda e Aldo estão casados há mais de cinco décadas. Ao voltarem de uma agradável semana de férias na praia, eles encontram seu apartamento completamente revirado. Reorganizando seus papeis, Aldo se vê forçado a encarar lembranças de décadas atrás: os anos que abandonara Vanda e os filhos para viver com outra mulher. As fissuras causadas por esse trauma familiar permanecem latentes no presente.

"- Os únicos laços que contam para os nossos pais são os que eles usaram a vida inteira para torturar um ao outro” 





Comentários 

Histórias sobre traição permeiam a literatura. Principalmente aquelas que, ao contrário de Tolstói e Flaubert, tratam da perspectiva do adultério masculino, da busca por uma mulher mais jovem e da castração da liberdade que uma família convencional representaria. Laços - primeiro romance do italiano Domenico Starnone lançado no Brasil - também retrata uma traição masculina, porém seu enredo se expande. A ênfase não se encontra no adultério em si, mas nas reações em cadeia que acompanham essa história de abandono e reconciliação, protagonizada aqui por Aldo e Vanda.

No livro, escrito em camadas, somos apresentados a trama a partir da perspectiva de múltiplos personagens, e a cada vez que olhamos aqueles acontecimentos, ora pelo ponto de vista de Vanda, ora pelo olhar de Aldo e por fim pelo ângulo de seus filhos, mergulhamos um pouco mais na frágil estrutura de um casamento de mais de 50 anos. O autor nos apresenta uma narrativa engenhosa sobre o amor e os relacionamentos, com reflexões interessantes sobre a velhice, solidão e a relação entre pais e filhos. No entanto, também acredito que exista em Laços a clara intenção de nos mostrar as heranças emocionais através do impacto das nossas ações no nosso futuro, mas, principalmente, no futuro dos outros. Como as nossas atitudes refletem na vida daqueles que convivem conosco muitas vezes nos escapa por estarmos demasiadamente atentos apenas aos nossos desejos e problemas. Ao mesmo tempo o autor nos provoca e nos faz ponderar se vale a pena sacrificar a própria felicidade em nome de outra pessoa. 

Laços é muito mais do que uma história sobre uma traição ou sobre um relacionamento depois que o amor acaba. É sobretudo uma narrativa sobre o que resta em nós depois de tudo isso e sobre os efeitos colaterais que acabamos impondo na vida dos outros. Em uma pesquisa rápida antes de comprar o livro, li em algum portal a descrição do romance do Domenico como “o inferno somos nós”, mas depois de finalizar essa leitura só consigo reforçar quem primeiro disse “o inferno são os outros”.


Também poderá gostar

2 comentários

  1. Saudações Lady Érika,

    Nossa. Não sei se tenho palavras para comentar de forma digna. Fique mexida pela sinopse e pelos seus comentários. Mas não sei se sobreviveria à leitura, tenho receio de algumas me marcarem demais no momento delicado que estou nele. Está na lista, com toda certeza será lido algum dia.

    Venha visitar o Castelo!

    Att.
    A Rainha ♛ The Queen's Castle
    Como fazer funcionar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      O livro é ótimo, mas tem mesmo umas passagens bem cruéis.
      Espero que goste da leitura!
      Beijos

      Excluir

.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil.